Veja aqui quais deputados federais gaúchos traíram os trabalhadores aprovando a terceirização

 

O SindBancários realiza campanhas em favor da democratização da política. Entendemos que uma reforma política se faz urgente. A votação do PL 4330, o da terceirização nefasta, deixou bem claro, no Congresso Nacional, quem está do lado e quem está contra os trabalhadores. A aprovação da terceirização, na sessão de 8 de abril, foi um divisor de águas.

Já sabíamos que a atual composição da Câmara dos Deputados é a mais conservadora desde a redemocratização. Pois agora podemos dar nomes aos traidores, aos inimigos dos trabalhadores. São 324 no Congresso Nacional. Mas e a bancada gaúcha. Aquela que nos representa no Congresso Nacional, bem esta revelou quem são os nossos inimigos.

Pois a maioria da bancada gaúcha votou SIM à terceirização. Foram 16 votos contra 13 e duas ausências. Esses votaram por rasgas a CLT e a carteira de trabalho. O SindBancários dá cara a essa traição histórica. Eles ficarão marcados como aqueles que querem ver bancários, metalúrgicos, professores, vigilantes e todo o trabalhador e trabalhadora perderem direitos. Dê uma olhada nas fotos que publicamos. Veja quem são esses senhores que representam os interesses dos patrões e pagam o investimento que bancos e grandes empresas fizeram em suas campanhas eleitorais.

O trabalhador sabe que não podemos nem devemos esquecer o que eles fizeram. A aprovação do PL 4330 é o pior golpe que os trabalhadores já receberam na história em termos de perda de direitos. Porque não muda apenas um item de nossas conquistas. Muda a estrutura do trabalho. Precariza a relação de trabalho, em favor da redução de custo e do aumento do lucro.

Preste bem atenção nesses senhores que nos traíram. Veja que eles têm emails para você manifestar a sua indignação. E não esqueça lhes de dizer que seu voto vale muito mais do que as decisões que eles tomam para atender interesses dos patrões  e dos banqueiros que financiaram suas campanhas milionárias.

Por essas e outras, o SindBancáros defende e faz campanha por uma reforma política que acabe com o financiamento empresarial de campanha. Porque, na hora em que precisamos dos nossos representantes, eles dão para trás, como o dito popular costuma referir.

É hora dos bancários se juntarem. De pegarmos juntos. Vamos todos participar de uma assembleia extraordinária, na Casa dos Bancários (General Câmara, 424), no Centro Histórico, em Porto Alegre, no dia 14/4, a próxima terça-feira, e preparar um Dia Nacional de Paralisação, junto com a CUT, A CTB e Centrais sindicais que representam de fato os trabalhadores e trabalhadoras, para o dia seguinte, dia 15/4.

Vamos parar os bancos. Com trabalhador não se brinca. Precisamos dar uma resposta à altura desse golpe histórico que inimigos dos trabalhadores querem nos dar.

A peleia continua. O texto-base agora vai para o Senado. Vamos pressionar os senadores a rejeitar o PL 4330 e chamar a presidenta Dilma Rousseff a vetar tudo. É tempo de pressão, de luta e unidade.

Os bancários têm um papel fundamental nesta hora. Somos uma categoria nacional, com história de luta e de conquistas. Os patrões querem nos tirar tudo isso e acabar com a nossa história. Rebaixam a nossa luta, retiram direitos, reduzem salários e empobrecem socialmente o país. Nós sabemos que o custo disso é a recessão, o arrocho salarial e a precarização.

Não passarão!

 

Assembleia extraordinária

Terça-feira, 14/4 | 18h | Auditório da Casa dos Bancários (General Câmara, 424, Centro Histórico, em Porto Alegre)

Dia NAcional de Paralisação – Todos e todas contra o PL 4330

Quarta-feira, 15/4, é dia de paralisar os bancos

 

 

Fonte: Imprensa SindBancários

 

ÚLTIMAS NOTÍCIAS

FACEBOOK

SERVIÇOS

CHARGES

VÍDEOS

O BANCÁRIO

TWITTER