UNI Finanças pede ao HSBC que abra diálogo com os trabalhadores

A UNI Finanças, da qual a Contraf-CUT é filiada, enviou carta ao presidente mundial do HSBC, Stuart Gulliver, solicitando a abertura de diálogo com os sindicatos para tratar do anúncio feito pelo banco de que estaria em processo de reestruturação e demitiria 50 mil trabalhadores, em diversos países.

Também foi enviada carta para o Bank of England (Banco Central inglês) pedindo que a direção do banco intervenha para que o HSBC abra o diálogo com os trabalhadores. Segundo o anúncio feito pelo HSBC, oito mil trabalhadores seriam demitidos no Reino Unido.

Braço para o setor financeiro da UNI Sindicato Global, entidade que representa cerca de 900 sindicatos e 20 milhões de trabalhadores do setor de serviços em todo mundo, a UNI Finanças é chefiada pelo brasileiro Marcio Monzane.

Veja abaixo a íntegra da carta.

https://www3.sindbancarios.org.br/wp-content/uploads/2015/06/carta_hsbc_15062015.pdf

 

 

 

ÚLTIMAS NOTÍCIAS

FACEBOOK

SERVIÇOS

CHARGES

VÍDEOS

O BANCÁRIO

TWITTER