Uma sessão de cinema para nunca esquecer

Meninos e meninas de cinco e seis anos de duas creches do Bairro Restinga têm primeira sessão de suas vidas no CineBancários

Eles jamais haviam sentido aquele frio na barriga quando as luzes da sala se apagam e um som anuncia que a sessão de cinema está para começar. Mas essa ausência de cinema na vida de 56 crianças de cinco e seis anos do bairro Restinga, em Porto alegre, terminou por volta das 14h da segunda-feira, 28/10. Foi exatamente quando as luzes se apagaram na sala do CineBancários e a telona se acendeu.

Esses meninos e meninas da Restinga assistiram a “Jonas e o circo sem lona”, a história de um menino de bairro pobre na Bahia cujos pais são artistas de circo e ele improvisa um circo para seus amigos pobres. Foi esse o tema do filme da primeira da vida da criançada. A sessão só pôde acontecer porque o SindBancários e a Associação Comunitária Núcleo Esperança fizeram aquilo que talvez nem fosse sonho virar realidade. A magia do cinema arrancou um “óóó” longo da galerinha naqueles segundos que a luz se apaga e tudo fica mais escuro.

Houve quem pedisse para ir ao banheiro fazer xixi. Mas era muito em função da adrenalina. Mas houve quem, da gurizada, tivesse um sentimento estranho em relação ao cinema.

Foi o registro que a coordenadora da área social e jurídica da Associação Comunitária Núcleo Esperança, Juliana Souza Silva, colheu da primeira experiência de um aluno. Ele havia entrado na sala, conta Juliana, com a gurizada toda e diante da expectativa teve uma sensação estranha.

Um menino entrou na sala de cinema e ele falou: ‘Estou sentindo cheiro de pipoca’. Mas não tem pipoca”, contou Juliana.

É claro que estamos diante da magia do cinema. Haveria outra razão? Vai ver que o menino come pipoca com os pais cada vez que a família se senta para assistir a um filme em casa. Mas esse registro não tem graça. Fiquemos com a magia.

Juliana conta que as crianças que participaram da sessão no CineBancários são do turno integral das quatro turmas de Jardim A e Jardim B. A Associação, aliás, é mantenedora das creches Renovar da Esperança 1 e 2. São 200 crianças atendidas nas duas creches de turno integral e que conta com 20 educadores e duas coordenadoras pedagógicas.

É a primeira vez de todas as crianças no cinema. Eles criaram uma expectativa muito grande”, acrescentou Juliana.

Não é fácil juntar 56 meninos e meninas saudáveis e inquietos. Daí, a importância das professoras e educadoras. Quando pediu-se a eles que se juntassem no pequeno palco em frente à telona para uma fotografia, a correria assemelhou-se à de um formigueiro. Mas todos disciplinadamente levantaram as mãos com coordenação. Gurizada muito boa essa.

Para que o sonho da primeira sessão de cinema das vidas de 56 crianças fosse realizado, o SindBancários forneceu o transporte e o lanche. Os meninos e meninas comeram sanduíches, bolos, bolachinhas e tomaram sucos no espaço Bar do Sindicato.

O diretor de Políticas Sociais e Cidadania do SindBancários, Sandro Rodrigues, explicou que a organização da sessão de cinema teve a participação da diretoria de Diversidade e Cidadania, que faz parte da pasta que ele coordena. “É importante que o Sindicato tenha essa função de proporcionar experiências culturais para crianças.”, avaliou Sandro.

Para o diretor do Sindicato, Ernesto dos Santos, proporcionar uma experiência de primeiro contato com o cinema é “mostrar a importância e o papel de um sindicato na democracia”.

O diretor do SindBancários Guaracy Gonçalves, do Núcleo de Diversidade e Cidadania, lembra da importância de uma primeira experiência cultural para crianças de pais trabalhadores e que, muitas vezes, não têm tempo para o lazer. “Essa experiência vai ter impacto não só na vida das crianças, mas também na vida da família. Certamente, eles vão contar como foi essa experiência e despertar a importância de ter contato com a cultura”, afirmou Guaracy.

.: Participe do Clube CineBancários e ajude nosso cinema a manter as portas abertas

Fonte: Imprensa SindBancários

ÚLTIMAS NOTÍCIAS

FACEBOOK

SERVIÇOS

CHARGES

VÍDEOS

O BANCÁRIO

TWITTER