Um espaço de teatro para ir quando quiser

SindBancários aposta na cultura utilizando conceito de Vivências para integrar trabalhadores. Oficina de teatro gratuita para sócios(as) já começa dia 9/4

O SindBancários está de novo abrindo suas portas para juntar os(as) bancários(as) que queiram vivenciar arte. A ideia é tornar a experiência uma vivência com menos compromisso e mais flexibilidade.

Em vez da ideia de oficina com necessidade de presença em todas as aulas, uma oficina com jeito de clube em que a participação ocorre por aula. No lugar da aula com objetivo de formar uma peça de teatro ou publicar um livro, o encontro para trocar experiências.

Assim vai começar a Oficina de Teatro no SindBancários a partir de 9 de abril. As aulas são abertas e gratuitas para bancários(as) sindicalizados(as) e seus dependentes.

Quer dizer, o bancário interessado poderá participar de uma aula e aparecer em qualquer outra até 9 de abril, pois cada um dos encontros tem práticas com começo, meio e fim.

Portanto, a partir das 19h30 da terça-feira, 9/4, as portas estão abertas para a vivência em teatro. Em breve, o SindBancários também irá disponibilizar encontros abertos para formação de um espaço de Escrita e outro de dança.

Vivência em Teatro no SindBancários

Início: Todas as terças-feiras de 9 de abril até 25 de junho.

Horário: Das 19h30 às 21h.

Onde: Casa dos Bancários (Rua General Câmara, 424 Centro Histórico de Porto alegre).

> Aulas sempre abertas e gratuitas para bancários(as) sindicalizados(as) durante todo o período da oficina.

> Não é preciso ter experiência anterior.

> Utilização de técnicas teatrais para desinibição e melhor aproveitamento de potencialidades motoras e criativas.

> Exploração do jogo teatral em favor das vivências cotidianas.

O que vamos experimentar

1- Valorizar o modo de aprender por tentativa e erro.

2- Treinar diferentes modos de comunicar ideias.

3- Treinar diferentes modos de discutir estas ideias.

4- Aprender a compartilhar experiências e situações de vida em modo “ativo”.

5- Aceitar a responsabilidade única de cada um e a sua importância no desenvolvimento pleno do jogo.

6- Pensar e agir criativamente para resolver individualmente, ou em grupo, os obstáculos que surgem.

7- Conhecer as atitudes e reações dos colegas.

8- Conhecer as suas próprias reações.

9- Agir igualmente como receptor e transmissor de situações que nos rodeiam.

10- Acima de tudo: descobrir novas habilidades ou resgatar habilidades perdidas expressas através do gesto corporal que nos liberta dos limites da palavra. Desse modo podemos ativar outras maneiras de sentir e expressarmos a vida que pulsa no coração de cada um de nós.

Fonte: Imprensa SindBancários

ÚLTIMAS NOTÍCIAS

FACEBOOK

SERVIÇOS

CHARGES

VÍDEOS

O BANCÁRIO

TWITTER