“Sou trabalhador da zona norte!”

Jornalista do SindBancários conta a experiência de ter participado do desfile da Império da Zona Norte junto da ala dos bancários no Complexo Cultural na madrugada do sábado, 7/3

Definitivamente, o carnaval das escolas de samba de Porto Alegre não tem o glamour do Rio de Janeiro, a grandiosidade de São Paulo, as celebridades que atraem olhares de todo o Brasil, verbas polpudas de patrocínios, entre tantos outros aspectos. Talvez seja culpa da falta de vontade política, que expulsou as escolas de samba do Centro e as jogou no Porto Seco sem nunca finalizar o complexo cultural, talvez falta de organização das próprias escolas, talvez falta de apoio da iniciativa privada… Não sabemos.

Entretanto, tudo isso se tornou detalhe quando a bateria Febre Amarela, comandada pelo mestre Chiquinho, começou a dar o tom na passarela do samba na madrugada de sexta para sábado (7 de março). Com um orçamento enxuto e um samba que caiu na boca do povo, a Império da Zona Norte embalou seus mais de 1.200 componentes com muita alegria, contando com o auxílio poderoso de três carros alegóricos, além de um belo trabalho da comissão de frente.

O homenageado Olívio Dutra surpreendeu os integrantes da agremiação pela humildade e disposição de frequentar ensaios e festas de arrecadação. Pouco antes de entrar na avenida, o ex-governador, ex-prefeito e ex-presidente do SindBancários confidenciou que era a mais bela homenagem que recebera em sua vida. Mesmo tendo recebido honrarias em diferentes partes do país, Olívio transpirava alegria ao tornar-se enredo da escola de samba do bairro em que vive há décadas.

Vi a experiência do presidente Rubens Menezes, a disposição do diretor Julião em resolver todo tipo de problema que chegava de última hora no barracão, a criatividade e o brilho no olho do carnavalesco Dico ao explicar o conceito por trás de cada carro alegórico. Como cantava o próprio samba, “o bolso não nos representa, não”: se a festa em Porto Alegre carece de dinheiro e suporte, o sentimento do povo que faz o sonho do carnaval acontecer é digno da alcunha “o maior espetáculo da terra”. Viva Olívio Dutra! Viva Império da Zona Norte! Viva e vida longa ao carnaval de Porto Alegre!

Depoimento do jornalista Caio Venâncio, da Imprensa do SindBancários

ÚLTIMAS NOTÍCIAS

FACEBOOK

SERVIÇOS

CHARGES

VÍDEOS

O BANCÁRIO

TWITTER