Sindicato paga diferenças de PLR em ação contra o Itaú a partir desta quinta, dia 26

São 336 bancários com valores incontroversos a receber

A partir das 14h desta quinta-feira, 26/08, já estará a disposição, no Portal do Associado do SindBancários de Porto Alegre e Região, a autorização para depósito em conta dos valores incontroversos liberados no processo coletivo nº 0001327-74.2011.5.04.0028. A informação é da diretora jurídica do Sindicato, Simoni Medeiros.  A ação, lembra a diretora, postulava as diferenças da integração da gratificação semestral na PLR, do período de 2008 até 2010, para um grupo de funcionários do Itaú. No total, são 336 bancários beneficiados neste momento.

Conforme o advogado do Sindicato, Antônio Vicente Martins, embora o banco não concorde com o cálculo do Sindicato e defenda valores inferiores aos que foram homologados pela Justiça (pretendendo excluir vários bancários da ação), o juiz já acolheu o pedido da nossa entidade e liberou os valores incontroversos.

Os valores que serão repassados a esses funcionários do Itaú contemplam 336 substituídos, indicados pela própria instituição bancária. Quanto aos demais colegas, presentes no cálculo homologado pela Justiça, o banco não reconhece valores devidos e pretende sua exclusão do processo, por terem ações individuais com o mesmo pedido (situação chamada de “litispendência”) ou porque o bancário já teria feito acordo individual. Essas matérias controvertidas permanecem em discussão no processo e posteriormente serão definidas pelo Judiciário Trabalhista.

Para o presidente do SindBancários, Luciano Fetzner, ações coletivas como esta “provam que a união dos trabalhadores e trabalhadoras vale a pena. Seja na luta por direitos, em uma campanha salarial, seja no combate cotidiano aos assédios e ao adoecimento”, diz ele. Conforme Fetzner, ao comprovar e reverter abusos das instituições financeiras, via Poder Judiciário, o Sindicato demonstra sua força e representatividade.

Defesa dos direitos

O diretor sindical Eduardo Munhoz, também funcionário do Itaú, lembra que ainda há outros processos em defesa dos direitos dos trabalhadores do banco correndo na Justiça. E mais: “Considero um exemplo de que o Sindicato está sempre na defesa da categoria e dos associados, quando não é através da pressão política, é utilizando os meios judiciais”, completou.

Tiago Vasconcellos, diretor financeiro do SindBancários, observa que com os riscos trazidos pela pandemia de Covid, o Sindicato acelerou e aperfeiçoou a sistemática de pagamento de ações coletivas. “O uso da tecnologia trouxe mais comodidade e eliminou a necessidade da presença física dos beneficiados ao SindBancários, reduzindo aglomerações e riscos à saúde”, lembra ele. “E também reduzimos o prazo para iniciar os pagamentos, pois eliminamos o tempo de espera necessário a confecção, assinatura, conferência e compensação dos cheques”, apontou Tiago.

Assim, a sistemática de pagamento das ações coletivas seguirá o modelo “à distância”. Os pagamentos serão efetuados via Autorização para depósito em conta, que ficará disponível no Portal do Associado. O associado pode acessar o Portal através do nosso endereço (https://www.sindbancarios.org.br/portal/)

Em caso de dúvidas, o associado pode fazer contato com o dr. Ricardo Pretto, integrante da assessoria jurídica e sócio do escritório AVM Advogados, através do telefone 51-30614880, ou pelo e-mail [email protected]

Confira se seu nome está na lista

Lista de Substituídos Itau_2608

Fonte: Diretoria Jurídica do Sindicato e Assessoria Jurídica/AVM Advogados, com Edição de Imprensa SindBancários.

ÚLTIMAS NOTÍCIAS

FACEBOOK

SERVIÇOS

CHARGES

VÍDEOS

O BANCÁRIO

TWITTER