Sindicato chama Banrisulenses a ato, terça, 24/4, em frente à DG para defender Banrisul Cartões em dia de assembleia de desmonte

Banrisulenses, esta terça-feira, 24/4, é um dia muito importante para o futuro do Banrisul Público. Haverá, na sede da DG, assembleias de acionistas da Banrisul Cartões. Será mais um ato da atual direção do banco em conluio com o governo entreguista do Sartori para preparar a venda da joia da coroa do banco público dos gaúchos. Por isso, a partir das 11h, em frente a DG, estamos convocando os Banrisulenses a participarem de concentração para o Ato contra o Desmonte do Banrisul.

O ato está marcado para começar às 12h30, e a assembleia dos acionistas da Banrisul Cartões está marcada para as 14h. Lembrando que, no dia 10/4, houve uma assembleia sobre a Banrisul Cartões. Neste dia, o diretor e funcionário do Banrisul, Carlos Augusto Rocha, tentou participar como acionista, mas, quando chegou ao local da reunião, ela acabou. O SindBancários já pediu investigação sobre essa assembleia, que decidiu sobre a abertura de capital (IPO) da Banrisul Cartões, ao Ministério Público de Contas.

Na assembleia dessa terça-feira, o edital de convocação publicado anuncia que serão votadas pelos acionistas da Banrisul Cartões as demonstrações financeiras dessa subsidiária de 2017. Além disse, entre outras pautas, irão deliberar sobre o pagamento de dividendos para o exercício de 2018 e eleger integrantes do Conselho de Administração e Conselho Fiscal, tanto os titulares quanto os suplentes. Também irão deliberar sobre aumento do número de integrantes da Diretoria da empresa.

Traduzindo, as assembleias gerais ordinária e extraordinária desta terça-feira, que ocorrerão na DG, não passam de uma preparação para a venda de ações da Banrisul Cartões após a abertura de seu capital em 10/4. É mais um passo para eles realizarem a divisão dos dividendos do banco, em resumo, dos lucros com o mercado e não com o povo gaúcho que deixa de receber os lucros do Banriusl  para serem investidos em saúde, educação e segurança. E quem perde também? Os banrisulenses que verão o lucro líquido se reduzir, cair na conta de acionistas e a PLR ficar menor.

Lembrando que a Banrisul Cartões conquistou lucro de R$ 220 milhões no ano passado. Trata-se de mais de 20% do lucro líquido do Banrisul. Entregar qualquer volume de ações, ou parte da empresa, significa reduzir o lucro líquido do Banrisul. Banrisulenses, eles vão mexer na tua PLR e esta terça-feira, 24/4, é o dia de dar mais um passo na direção do objetivo do atual governo: facilitar a venda do que é público e funciona para o mercado lucrar e o estado perder capacidade de investimento. E, claro, enfraquecer o Banrisul.

Ato contra o Desmonte do Banrisul

Terça-feira, 24/3 | 11h (concentração) | Em frente a DG do Banrisul (Caldas Junior, 108)

ÚLTIMAS NOTÍCIAS

FACEBOOK

SERVIÇOS

CHARGES

VÍDEOS

O BANCÁRIO

TWITTER