Sindicato acompanha regularização de PPCI em prédio do BB

O Sindicato dos Bancários de Porto Alegre e Região está acompanhando os procedimentos necessários para a regularização do PPCI (Plano de Prevenção e Proteção Contra Incêndios) do prédio do Banco do Brasil localizado na Rua Uruguai, no centro da Capital. Após tomar conhecimento de que há funcionários nomeados para a realização do Treinamento de PPCI que não foram liberados para realização dessa atividade, a entidade solicitou esclarecimentos ao banco.

A situação é considerada irregular pelo SindBancários, em observância da Lei Estadual 14376, também conhecida como Lei Kiss, na qual os proprietários, responsáveis ou usuários a qualquer título das edificações existentes e regulares a mais de 5 anos no município de Porto Alegre são obrigados a providenciar o Laudo de Proteção Contra Incêndio (PPCI), com a finalidade de estabelecer condições mínimas de proteção contra incêndio para essas edificações em Porto Alegre – RS. Nesse sentido, considerando o tamanho do edifício e o risco de manter o PPCI irregular, o Sindicato visa obter informações quanto às irregularidades informadas.

O treinamento de abandono do prédio não é feito há anos, o que preocupa o movimento sindical, tendo em vista o aumento do número de funcionários trabalhando no local. “Estamos de olho no cumprimento dos procedimentos a serem realizados para a regularização do PPCI e na garantia da segurança de todos que ocupam o prédio. Cobramos agilidade do Banco e estamos acompanhando os desdobramentos”, afirmou a diretora da Fetrafi-RS, Priscila Aguirres.

Para Cristiana Garbinatto, também diretora da Fetrafi-RS, é inadmissível que o banco não priorize a segurança dos funcionários no edifício, onde se tem a maior concentração de funcionários do Estado. “O ‘foco nos negócios’ tomou uma proporção tão absurda que estamos deixando de treinar os funcionários contra incêndio, deixando de nos preocupar com a vida, para não prejudicar as metas diárias. O Sindicato de Porto Alegre acompanhará a regularização da situação atentamente e fará denúncias aos órgãos de fiscalização. A vida vem em primeiro lugar”, pontuou a dirigente.

Imprensa SindBancários

ÚLTIMAS NOTÍCIAS

FACEBOOK

SERVIÇOS

CHARGES

VÍDEOS

O BANCÁRIO

TWITTER