SindBancários retoma encontros de delegados sindicais

Mais de 100 participantes estiveram presentes na primeira atividade do ano

O departamento de Formação do SindBancários deu início nesta terça, 23/3, aos encontros de delegados sindicais de 2021. A atividade começou pela manhã, com uma abertura oficial, orientação para os novos delegados eleitos e espaço para os presentes se manifestarem. Mais de cem participantes estiveram presentes no momento, entre diretores do SindBancários e delegados.

À tarde, os debates seguem com uma explanação sobre a proposta de Reforma Administrativa (PEC-32) e os impactos aos trabalhadores bancários, com participação da Deputada Federal Fernanda Melchiona. O encontro é mediado pelo assessor e sociólogo Anderson Campos.

Encontro inaugural

O presidente do SindBancários, Luciano Fetzner, fez uma rápida explicação da estrutura do Sindicato e como o movimento sindical bancários se organiza a partir do Comando Nacional, da Fetrafi-RS e da Contraf-CUT. “Fui diretor de Formação e dou muita importância para este processo de construção, juntamente com os delegados. É muito importante para todos nós exercitarmos o entendimento sobre os processos que se estabelecem na categoria bancária, principalmente para aqueles que estão em primeiro mandato que não estão acostumados ainda”, explicou Luciano.

O diretor do SindBancários Jairo Severo Soares, em nome da diretoria de Formação,  deu boa vinda a todos. “Àqueles que já eram delegados e os que estão aqui pela primeira vez, dou as boas vindas em nome do Sindicato. Esperamos que o ano seja rico em debates e possamos passar momentos proveitosos”, complementou.

Quem também participou do encontro foi o Secretário de Saúde da Contraf-CUT, Mauro Salles. “Estamos passando por um momento de mudanças no mundo de trabalho, com o uso intensivo de tecnologia e a própria subjetividade dos trabalhadores em disputa. As novas formas de trabalho pulverizam a classe trabalhadora e sua organização. Tudo isso já estava em andamento e se agravou com a pandemia e com o governo Bolsonaro”, explica Mauro, que convidou a todos para participarem de uma live promovida pela Contraf-CUT nesta terça, sobre saúde (clique aqui para saber mais).

Anderson fez uma introdução sobre o papel dos delegados sindicais no sentido dos trabalhadores terem uma organização no local de trabalho e do local de trabalho. “Os delegados fazem parte de uma estrutura maior de organização. Antes, falamos de organização no local de trabalho, mas hoje, com a pandemia e o homeoffice, a organização dos trabalhadores vai além”, afirmou.

Anderson também explicou que, a partir de abril, os delegados serão divididos em dois grupos, dando mais dinamismo e participação nos encontros.

Fonte: Imprensa/SindBancários

ÚLTIMAS NOTÍCIAS

FACEBOOK

SERVIÇOS

CHARGES

VÍDEOS

O BANCÁRIO

TWITTER