SindBancários pede cautela com PDV do Itaú

Banco anuncia que irá publicar em março detalhes sobre o programa. Sindicato acompanha desenvolvimento do PDV e irá se colocar à disposição para informar interessados para uma decisão consistente

É costume do SindBancários, diante do anúncio de um Programa de Demissão Voluntária (PDV), deixar bem claro aos bancários(as) sobre as responsabilidades em relação a uma eventual decisão. Em parte, o Sindicato não tem como definir programa de demissão voluntária, como é o caso deste anunciado pelo Itaú.

E o PDV, por seu caráter voluntário, também precisa de uma decisão pessoal. Nesse caso, entram considerações sobre a história pessoal de cada um e os interesses familiares que o(a) bancário(a) tem para decidir por desligar-se da empresa.

Nem o SindBancários nem o movimento sindical negociaram a proposta de PDV do Itaú. A direção do banco não enviou ao movimento sindical um texto com a íntegra das regras do programa. Em comunicado, o banco anunciou que irá detalhar o programa em março.

O diretor do SindBancários e representante do RS na Comissão de Organização dos Empregados do Itaú (COE/Itaú), Eduardo Munhoz, alerta para a importância vital é se informar pelo Sindicato.

“Ainda não podemos disponibilizar assessoria jurídica porque não recebemos o texto do programa. Assim que tivermos, nosso departamento jurídico irá estudar e se colocar à disposição dos colegas que tenham interesse em aderir ao PDV para tomar decisão consistente”, explicou Eduardo Munhoz, que é empregado do Itaú.

Até o fechamento desta matéria, os dirigentes tiveram acesso apenas a um fragmento. Confira abaixo as premissas de adesão ao PDV do Itaú.

Confira resumo das premissas do PDV do Itaú

As informações e detalhes serão publicados em Março e as adesões seriam na última semana do mês que vem.

A população elegível quem preenche um dos requisitos abaixo:

1) Idade mínima de 60 anos completos até 31/12/22;

2) Afastados por motivo de saúde por mais de 30 dias em 31/01/22;

3) Estáveis decorrentes de retorno de licenças (B91 ou B31);

4) Lotados na Gerência de Recursos Especiais;

5) Cargos em extinção a serem divulgados ainda.

O pacote de benefícios será igual ao PDV de 2019. São duas opções para escolher o que for mais interessante ao optante pelo PDV.

IMPORTANTE: este comunicado é apenas prévio. Não há canal de esclarecimento de dúvidas até a divulgação das regras em Março/22.

Fonte: Imprensa SindBancários

ÚLTIMAS NOTÍCIAS

FACEBOOK

SERVIÇOS

CHARGES

VÍDEOS

O BANCÁRIO

TWITTER