SindBancários participa nesta quinta, 19/11, de ato em defesa do patrimônio público na sede da CEEE

Nesta quinta-feira, 19/11, a partir das 11h30, a Frente em Defesa do Patrimônio Público volta a se reunir publicamente. O SindBancários, como integrante da Frente, junto com o Sindiágua e o Sinergisul, vai se integrar ao “Ato Estadual em Defesa da CEEE Pública – Abraço à CEEE”. Trata-se de um chamado do Sinergisul que busca engajar servidores públicos a participarem da manifestação. O ato ocorre em frente ao portão do almoxarifado central na sede da CEEE (Joaquim Porto Villanova quase esquina com a Ipiranga).

Desde 14 de setembro, quando foi lançada, a Frente em Defesa do Patrimônio Público alerta os gaúchos e gaúchas e os trabalhadores das empresas públicas, como a CEEE, a Corsan e o Banrisul, de que o atual governo do Estado tem feito movimentos no sentido de criar condições para privatizar o patrimônio dos gaúchos.

No caso do Banrisul, o governo do Estado apresentou dois Projetos de Lei na Assembleia Legislativa que propõem a criação de duas subsidiárias, a Banrisul Cartões e uma empresa de seguros. Os movimentos do governo do Estado apontam para uma estratégia de venda dessas duas novas subsidiárias à iniciativa privada. Os dois PLs tramitam em regime de urgência na Assembleia Legislativa e devem ser votados até 1º de dezembro. O SindBancários alerta para o perigo do fatiamento do Banrisul e para a utilização da venda das subsidiárias como primeiro passo para privatizar totalmente o banco.

O governador José Ivo Sartori, inclusive, já manteve reunião com diretores do Banco Santander, em 14 de outubro, no Palácio Piratini. O atual presidente do Banrisul, José Gonzaga Mota, também participou do encontro com os representantes do banco espanhol no Brasil.

“Temos que atuar no sentido de pressionar  os deputados estaduais a não votarem a favor da aprovação desses dois Projetos de Lei ou adotar medidas protetivas, como vincular qualquer tipo de venda de patrimônio do Banrisul a plebiscito, conforme determina a Constituição Estadual. O atual governo segue a linha de atuação do governo Britto, que privatizou a telefonia e aumentou a dívida pública do Estado”, avaliou o presidente do SindBancários, Everton Gimenis.

Ato Estadual em Defesa da CEEE Pública – ABRAÇO À CEEE

Quinta-feira, 19/11 | 11h30 | Próximo ao portão do almoxarifado central na sede da CEEE (Joaquim Porto Villanova, quase esquina com a Ipiranga).

Fonte: Imprensa SindBancários

ÚLTIMAS NOTÍCIAS

FACEBOOK

SERVIÇOS

CHARGES

VÍDEOS

O BANCÁRIO

TWITTER