SindBancários participa de reunião do Comando Nacional dos Bancários que aprovou mídia da Campanha Nacional 2016

O Comando Nacional dos Bancários se reuniu, na quinta-feira, 7/7, na sede da Contraf-CUT, em São Paulo, para fazer uma análise do atual cenário brasileiro. O encontro também fez uma avaliação dos encontros nacionais de bancos privados e dos congressos dos bancos públicos realizados até agora. Além de debater encaminhamentos para a Campanha Nacional 2016.

Roberto von der Osten, presidente da Contraf-CUT, lembra que a campanha de 2015 foi vencida com uma forte mobilização. “No quarto dia de greve já tínhamos batido o recorde de índice de paralisação de todos os tempos. Precisamos nos organizar ainda mais e aumentar a força, a pressão e a visibilidade da nossa campanha para garantir nossas conquistas.”

O presidente do SindBancários, Everton Gimenis, participou da reunião do Comando em São Paulo. Para Gimenis, o trabalho de sensibilização sobre a conjuntura política de retirada de direitos já começa a mobilizar os bancários. “O nosso trabalho de base começa a dar resultados. Temos alertado os colegas que há um golpe em curso e não apenas na política. Mas um golpe que foi tramado para retirar nossos direitos. A unidade e a participação da categoria serão fundamentais para a nossa resistência e para garantir e avançar nos nossos direitos”, avaliou Gimenis.

Para Juvandia Moreira, vice-presidenta da Contraf-CUT, a politização é o caminho, “Nós precisamos trazer os bancários para as nossas lutas. A categoria já começou a temer o risco de retirada de direitos. Isso é um fator mobilizador. Nosso papel é explicar os temas sensíveis aos trabalhadores para construir um movimento forte”, convocou.

Mídia da Campanha Nacional 2016 é aprovada

Logo pela manhã, o secretário de imprensa da Confederação, Gerson Carlos Pereira, apresentou a mídia para ser usada na Campanha Nacional 2016. A arte e o slogan foram aprovados e agora serão finalizados pelo grupo que engloba profissionais de marketing da Contraf-CUT, federações e Sindicatos. Toda a mídia da Campanha será apresentada oficialmente na Confederação Nacional dos Bancários, marcada para 29, 30 e 31 de julho, e – na sequência, disponibilizada no site da Contraf-CUT.

Posteriormente, a economista da subseção do Dieese da Contraf-CUT, Regina Camargo, fez uma análise da conjuntura econômica do Brasil e uma apresentação sobre o cálculo da PLR nos bancos públicos e nos bancos privados.

Slogan e arte da campanha serão apresentados pelo Comando Nacional dos Bancários

 

Depois de aprovada a mídia da Campanha Nacional 2016, o próximo passo será a avaliação do slogan e a arte da campanha. As peças passam pelo crivo do Comando Nacional dos Bancários, para então ser apresentada na Conferência Nacional dos Bancários, que será realizada nos dias 29, 30 e 31 de julho.

Gerson Carlos Pereira, secretário de Imprensa da Contraf-CUT, comemorou o resultado. “Conseguimos chegar a um mote e uma arte que comtemple nossa conjuntura. Em um desenho conseguimos representar resistência, luta, tolerância, igualdade e respeitos. Sentimentos que permeiam toda a categoria.”

A arte final é resultado das discussões realizadas em todas as reuniões do Coletivo Nacional de Imprensa, ao longo desse primeiro semestre. O conjunto de profissionais de comunicação e marketing da Confederação e dos sindicatos e federações filiados trabalharão para finalizar o material.

Fonte: Contraf-CUT, com Imprensa SindBancários

ÚLTIMAS NOTÍCIAS

FACEBOOK

SERVIÇOS

CHARGES

VÍDEOS

O BANCÁRIO

TWITTER

Luciano Fetzner Barcellos
(Banrisul)
PRESIDENTE

Tags

Filiado à Fetrafi/RS, Contraf/CUT e CUT
Rua General Câmara, 424-Centro / CEP:90010-230 /
Fone: 51-34331200

Porto Alegre / Rio Grande do Sul / Brasil

Categorias

Categorias

Categorias