SindBancários lamenta morte de Ana Maria Spadari, presidente do Senergisul

O Sindicato dos Bancários vem a público prestar sua solidariedade aos amigos e familiares de Ana Maria Spadari, presidente do Sindicato dos Eletricitários do Rio Grande do Sul (Senergisul), que faleceu na manhã desta quinta-feira (20), em Porto Alegre, vítima de um câncer. Era gaúcha de Guaporé, tinha 64 anos e deixa uma filha e uma neta.
O ex-presidente do SindBancários e vice-presidente da CUT-RS, Everton Gimenis, teve a oportunidade de conviver com Ana na época em que o Sindicato dos Bancários integrou a Frente em Defesa das Empresas Públicas, movimento que lutou contra a venda da CEEE, CRM e Sulgás. Ele lembra com carinho de Spadari.

“ A Ana era uma das grandes lideranças sindicais do Rio Grande do Sul. Presidenta do Sinergisul, uma categoria majoritariamente masculina, mas que era dirigida por uma mulher forte e guerreira, num momento muito difícil, onde os governos entreguistas de Sartori e Leite atacaram ferozmente a CEEE, com a intenção de terminar a privatização começada no famigerado governo Britto dessa empresa gigante e importantíssima pro nosso estado”, recordou Gimenis em postagem nas redes sociais.

“Aprendi a respeitar e admirar essa grande companheira, que sempre foi muito firme em suas posições. Sua falta será sentida”, lamentou o dirigente sindical.

Para o diretor financeiro do Senergisul, Antonio Jailson da Silva Silveira, a morte de Ana Spadari “é uma perda enorme para o sindicalismo, era uma guerreira, atuou por mais de 40 anos nas lutas da categoria, foi a primeira mulher que presidiu o Sindicato, liderou a luta contra a privatização da CEEE, denunciou as demissões em massa da Equatorial e caiu atirando, como ela disse nos seus últimos dias de vida”.

O corpo será velado nesta sexta-feira (21), no horário das 7h30 às 14h, na Capela 5 do Memorial e Crematório Angelus (Avenida Porto Alegre, 320 – bairro Medianeira), em Porto Alegre.

ÚLTIMAS NOTÍCIAS

FACEBOOK

SERVIÇOS

CHARGES

VÍDEOS

O BANCÁRIO

TWITTER