SindBancários entrega minuta de reivindicações dos empregados do Badesul à diretoria do banco

Entidade aguarda agora a data de início da primeira rodada de negociações

Na manhã desta sexta-feira, 1 de julho, o Sindicato dos Bancários de Porto Alegre e Região levou à diretoria do Badesul a minuta de reivindicações dos empregados do banco. A pauta foi aprovada por unanimidade pelos funcionários da instituição em assembleia no dia 21 de junho. O presidente do Sindicato, Luciano Fetzner, e a diretora Ana Guimaraens, entregaram o documento para o diretor de operações do Badesul, Flávio Lammel, e para a superintendente de Operações e Pessoas, Bruna Menezes.

Junto da entrega, o sindicato pediu a realização de uma primeira rodada de negociação. “Vamos aguardar que o Badesul nos passe uma data para que a gente possa definir o calendário de negociações. A diretoria do banco garantiu que fará a leitura da minuta e um debate sobre as reivindicações e, depois disso, vai nos passar essa data”, relata Luciano. De acordo com o presidente do sindicato, as prioridades apontadas na assembleia são o plano de carreira dos funcionários, o reajuste salarial e a regulamentação do teletrabalho. Ainda constam na minuta temas como participação no lucro e aumento dos auxílios refeição e alimentação.

“Queremos um calendário de negociações que inicie o mais breve possível, para termos condições de aprofundar as pautas e vencer o debate com o Badesul em sintonia com os demais bancos e com a mesa nacional da Fenaban. Nosso desejo é de uma negociação eficiente e tranquila, que atenda as reivindicações dos trabalhadores e trabalhadoras”, afirma o presidente do Sindicato.

Sindicato cobra posse do novo diretor, primeiro empregado eleito para cargo em 60 anos

A diretora do SindBancários Ana Guimaraens, que integra a mesa de negociações do Badesul, destacou que a entidade cobrou ainda a posse do diretor eleito. Pela primeira vez desde sua fundação, o Banco de Desenvolvimento do Rio Grande do Sul S.A (Badesul) elegeu um empregado para o cargo diretivo. José Luís da Silva Nunes foi eleito como Diretor Representante dos Empregados do banco, com 51% dos votos válidos, em um pleito com quase 95% de adesão dos funcionários.

Apesar da Constituição do Estado do RS estabelecer que funcionários de empresas públicas estaduais podem concorrer a cargos diretivos de estatais gaúchas, o dispositivo legal nunca havia sido respeitado pelo banco. Em fevereiro deste ano, o Tribunal de Justiça da 4ª Região atendeu à liminar de ação Pública Cível movida pelo Sindicato dos Bancários de Porto Alegre e Região (SindBancários) que solicitava a anulação do edital da eleição anterior, prevista para ocorrer em Outubro de 2021.

Após a anulação do regulamento, o Badesul suspendeu a eleição e não abriu outro processo, como determinava a Lei. Novamente, a assessoria jurídica do sindicato notificou as autoridades e, em novembro de 2021, o Tribunal deu prazo de 20 dias para a divulgação de novo regulamento eleitoral e estabeleceu multa diária, caso a determinação não fosse cumprida. Em seguida, em janeiro deste ano, um novo despacho judicial determinou o pagamento de multa diária de R$ 10 mil por atraso de publicação de edital até o limite de R$ 500 mil.

“Foi quando o Badesul publicou as novas regras da eleição, atendendo a cobrança dos trabalhadores quanto ao cumprimento integral das regras escritas na constituição estadual”, explicou o presidente do sindicato, Luciano Fetzner, na ocasião.

Texto e foto: Amanda Zulke

ÚLTIMAS NOTÍCIAS

FACEBOOK

SERVIÇOS

CHARGES

VÍDEOS

O BANCÁRIO

TWITTER