SindBancários e PortoCred distribuem cobertores no extremo sul de Porto Alegre

No total, diretores do Sindicato entregaram 900 cobertores novos aos moradores carentes da Restinga e região

Faça chuva, faça frio ou faça sol, sempre que possível o SindBancários tem procurado minorar o sofrimento da população mais pobre, levando alimentos, cobertores, roupas ou produtos de limpeza para as famílias carentes de Porto Alegre. Nesta fria manhã de sábado, 23/07, a kombi do Sindicato – através dos diretores Sandro Rodrigues e Caroline Soares Heidner, com o motorista André Souza – esteve no Vale do Salso, na Restinga Nova, extremo-sul de Porto Alegre.

Representantes de nada menos que sete entidades de moradores da região e de regiões vizinhas estiveram no local, recebendo um total de 900 cobertores novos, ofertados pelos trabalhadores e a direção da PortoCred.

 

Abandono e estresse

Esta distribuição feita através do SindBancários é muito importante”, entende a diretora Caroline. “Muitas das pessoas que estão aqui recebendo esses donativos vieram a pé por muitos quilômetros, e estão estressadas com a situação de abandono em que foram colocadas”, diz a sindicalista.

Restinga, Glória e Morro da Embratel

No total, além de cinco entidades da própria Restinga Nova, também receberam o auxílio os representantes de moradores da Glória e do Vale dos Canudos, no Morro da Embratel.

Contexto político e social

Para Caroline, é importante pensar no contexto político e social. E a real necessidade de estender a mão para quem mais precisa de ajuda na pandemia. “Iniciativas como essa são muito importantes, mas precisamos entender os motivos que jogaram o país nesse aumento brutal da desigualdade”, diz a diretora sindical. “A cada dia fica mais claro que não foi a pandemia, sozinha, que nos colocou nessa situação, mas o quadro político e um governo federal sem compromisso com as necessidades sociais”, finalizou.

Inverno gaúcho

Para a próxima semana em Porto Alegre, além de haver pre visão de chuva na terça-feira, dia 27, a meteorologia indica forte queda de temperatura nos dias 28 e 29 deste mês de julho, com os termômetros marcando 7º e 8º graus, respectivamente.

Fonte: Redação e Edição de Imprensa SindBancários. Fotos: Sandro Rodrigues e André Souza.

ÚLTIMAS NOTÍCIAS

FACEBOOK

SERVIÇOS

CHARGES

VÍDEOS

O BANCÁRIO

TWITTER