SindBancários e Fetrafi-RS entram com nova ação em defesa da não abertura dos bancos na segunda-feira, 3/8, por caos na segurança

O Sindicato dos Bancários de Porto Alegre e Região e a Federação dos Trabalhadores e Trabalhadoras em Instituições Financeiras do Rio Grande do Sul ajuizou na manhã deste sábado ação judicial contra os bancos que mantém agências e postos de serviços no estado requerendo ao Judiciário Trabalhista que determine a não abertura das agências em caso de inexistência de policiamento público na próxima segunda-feira, 3/8.

O advogado das entidades sindicais, Antônio Vicente Martins, afirmou que “a nossa ação demonstra a existência de inúmeros casos de violência contra os bancários e contra os bancos com a existência de policiamento ostensivo, em todo o Rio Grande do Sul, inclusive na última semana no centro de Porto Alegre e na pequena cidade de Tupanci do Sul, com a utilização de armamento pesado e com a utilização de trabalhadores como reféns, a situação é muito grave no caso de não termos policiamento ostensivo nas ruas. Esperamos que o judiciário seja atento a isto e atue em defesa do bem maior que temos, que é a vida”.

O presidente do Sindicato, Everton Gimenis, também se pronunciou: “O Sindicato está fazendo o que pode para defender a vida dos bancários. Temos esperança que o judiciário examine o nosso pedido e determine que os bancos não possam abrir as agências em caso de inexistir policiamento ostensivo nas ruas, protegendo a vida das pessoas, trabalhadores bancários e consumidores em geral”.

O advogado do Sindicato complementou: “É competência da Justiça do Trabalho solucionar os conflitos decorrentes das relações de trabalho, e as condições relacionadas à saúde e segurança dos trabalhadores é decorrente das relações laborais, portanto, é da competência da Justiça do Trabalho o julgamento de nossa ação”.

O Sindicato dos Bancários e a FETRAFI permanecem em plantão, esperando um posicionamento da juíza do trabalho para a qual foi distribuída a ação.

ÚLTIMAS NOTÍCIAS

FACEBOOK

SERVIÇOS

CHARGES

VÍDEOS

O BANCÁRIO

TWITTER