SindBancários cobra posição do governo do Estado sobre especulações de extinguir o Badesul

O SindBancários, desde que soube das notícias sobre a extinção ou venda do patrimônio público do Estado pelo governo José Ivo Sartori, através da coluna da Rosane Oliveira, publicada na edição do Zero Hora no dia 19/01 (clique aqui para ler na íntegra), enviou ofício, no dia 29/01, ao Secretário do Desenvolvimento Econômico, Ciência e Tecnologia do RS,  Fábio Branco, pedindo uma audiência para esclarecer sobre a “possível intenção” de extinção do banco.

O Badesul entrou na lista de possíveis instituições públicas a serem extintas em razão de um suposto entendimento do governo Sartori de que este banco possui mesma função que o Banrisul. O Sindicato esclarece que essas duas instituições financeiras têm atuação e caráter distintos. O Badesul Desenvolvimento S.A. – Agência de Fomento/RS – é uma sociedade anônima de economia mista de capital fechado, cujo controle acionário é do Estado do Rio Grande do Sul. O tipo de financiamento que realiza diferencia o Badesul tanto do Banco Regional de Desenvolvimento (BRDE), com atuação em toda a Região Sul do país, quanto do Banrisul, banco múltiplo com atuação em carteira comercial, de crédito imobiliário, de arrendamento mercantil e de crédito, financiamento e investimento.

Ao longo de sua história, o SindBancários tem se posicionado contra as políticas de redução do Estado e privatização ou abertura de capital de bancos públicos. Exemplo atual disso foi comprovado na última sexta-feira, 27/02, Dia Nacional de Luta em defesa da Caixa 100% Pública. “Não iremos deixar que acabem com um banco tão importante como o Badesul. Nos últimos oito anos, o saldo da carteira do Badesul cresceu 298%, refletindo o valor e a importância da empresa para o povo gaúcho”, avaliou o presidente do SindBancários, Everton Gimenis.

O secretário, após ouvir os dirigentes sindicais, afirmou que o Badesul é um atrativo para o governo porque é uma agência de desenvolvimento restrita ao Rio Grande do Sul. “Se o banco permanecer sendo uma agência de fomento do Estado e um dos principais financiadores do seu desenvolvimento por meio de financiamentos de longo prazo, não tem motivo para ser extinto.”

O SindBancários, ao questionar sobre o aumento do quadro de funcionários com autorização de abertura de novo concurso, não sentiu comprometimento por parte do secretário Branco para a realização do novo concurso. Por isso, nesta terça-feira, 03/03, fará uma reunião com funcionários do banco para tratar dessas questões do Badesul. A reunião acontece às 11h na sede do SindBancários (Rua General Câmara, 424).

Fonte: Imprensa SindBancários

 

 

ÚLTIMAS NOTÍCIAS

FACEBOOK

SERVIÇOS

CHARGES

VÍDEOS

O BANCÁRIO

TWITTER