SindBancários cobra da direção do NBC compromisso de abono com funcionários

O SindBancários cobrou da direção do NBC (Novo Banco Comercial), em reunião na manhã da terça-feira, 1º/12, um compromisso assumido no ano passado. Com prejuízo desde 2010, o NBC havia se coprometido em pagar aos funcionários do banco um abono no lugar da PLR. Os diretores disseram na reunião que não tinham condições de cumprir a palavra em razão de 2015 ter fechado com novo prejuízo.

Em 2013, o banco, que tinha capital uruguaio, passou para o controle do Banco Continental do Paraguai. O nome mudou para Novo Banco Comercial Continental. Os novos gestores haviam dito que este ano seria de zerar os prejuízos, o que não ocorreu.

Para o presidente do SindBancários, Everton Gimenis, que participou da reunião na terça-feira, ao NBC tem condições de pagar um abono para os funcionários sem que o valor impacte em prejuízo. “Conversamos com o diretor do banco no Brasil e com o vice-presidente. Dissemos a eles que os bancários não têm culpa das decisões de gestão que o banco toma. São 102 funcionários em Porto Alegre. O banco tem condições de dar, ao menos, um abono aos colegas que trabalham muito para o banco crescer”, avaliou.

O diretor do SindBancários, Cassemiro Luiz, também participou da reunião. Segundo ele, os dirigentes usaram a estratégia da choradeira. “Foi uma choradeira só na mesa durante a reunião. Entendemos o momento da economia. Todos os segmentos foram afetados. O setor financeiro foi o que mais lucrou na alta da taxa de juros”, salientou.

O SindBancários irá continuar cobrando a valorização do trabalho dos bancários do NBC e o compromisso assumido no ano passado. A sugestão dos dirigentes sindicais, durante a reunião, foi que os dirigentes do banco levem o assunto à assembleia de acionistas e que seja aprovado um valor de abono aos funcionários. O Sindicato irá cobrar a inclusão do abono dos funcionários na pauta da reunião de acionistas e ficará atento ao resultado dessa assembleia.

Fonte: Imprensa SindBancários

ÚLTIMAS NOTÍCIAS

FACEBOOK

SERVIÇOS

CHARGES

VÍDEOS

O BANCÁRIO

TWITTER