SindBancários apoia Chapa 2 , Juntos pela Cassi, na eleição da Caixa de Assistência dos colegas do BB

Nas eleições da Caixa de Assistência (Cassi), de 11 a 22 de abril, o SindBancários volta a defender o voto em quem confia e mostrou seriedade, dedicação e respeito a uma instituição que é de todos os colegas do Banco do Brasil, tanto aposentados, como funcionários ativos e seus dependentes. Por isso o Sindicato recomenda que, na eleição de diretores e conselheiros, da Cassi, os colegas do Banco do Brasil façam a opção pela Chapa 2, Juntos pela Cassi.

A atual diretora de Planos de Saúde e Relacionamento com Clientes da Cassi, e candidata à reeleição pela Chapa 2, Mirian Fochi, esteve pessoalmente na sede do SindBancários para pedir apoio aos colegas em março. Mirian foi eleita em 2012 e tem em seu currículo uma história de dedicação e participação como representante dos trabalhadores e trabalhadoras em outras instituições como a Previ, onde também foi eleita.

Mirian é gaúcha da cidade de Casca. Começou como funcionária do Banco do Brasil há 33 anos em Passo Fundo, tendo passado por agências em Curitiba e também atuado em Brasília, onde atualmente reside e trabalha. A colega tem MBA em Gestão Empresarial pela Fundação Getúlio Vargas (FGV), é conselheira certificada pelo IBGC. Tem certificação pela Organização Internacional do Trabalho (OIT) no Programa Institucional pela Igualdade de Gênero e Raça, além de ter sido diretora do Sindicato dos Bancários de Brasília. Também integrou a Comissão de Empresa dos Funcionários do BB.

“As nossas propostas vêm ao encontro da sustentabilidade sem que haja perdas de direitos. Estamos concorrendo à reeleição com o compromisso de continuar lutando e trabalhando muito para que a nossa Caixa de Assistência tenha o respeito que ela e os nossos colegas da ativa, os colegas aposentados e os dependentes de todos merecem. Todos nós trabalhamos muito e temos direito a uma contrapartida à altura da nossa contribuição como trabalhadores e trabalhadoras”, explicou Mirian Fochi.

A diretora da Fetrafi-RS e funcionária do Banco do Brasil, Maria Cristina Santos, integra a Chapa 2 como postulante à vaga de Conselheira Fiscal titular. Ela trabalha na ativa, em Santa Maria, interior do Rio Grande do Sul. Atua nas negociações que envolvem a Cassi e as condições de saúde do trabalhador.

Maria Cristina é formada em Relações Públicas e representa os colegas do Banco do Brasil que atuam no Rio Grande do Sul na Comissão de Empresa dos Funcionários do BB. “Para mim é uma honra participar da Chapa 2 depois do trabalho que essa diretoria apresentou nos últimos quatro anos. Foi um período muito difícil, de incertezas, mas foi enfrentado com muita coragem e altivez por esta diretoria. Ainda há muito o que fazer”, pontuou Maria Cristina.

O diretor de Formação do SindBancários e funcionário do Banco do Brasil, Julio Vivian, diz confiar na firmeza e na experiência dos integrantes da Chapa 2 para enfrentar as dificuldades da Cassi e obter avanços. “Voto na Mirian porque ela representa quatro anos de uma gestão séria que representa os interesses dos funcionários. Essa gestão, aliás, enfrentou o banco que sempre quis tirar direito s de nós, trabalhadores. Penso que a Chapa 2, sem querer diminuir a iniciativa dos outros colegas e das outras chapas, é aquela com mais experiência e, portanto, mais preparada tanto para cobater o déficit da Cassi quanto para pressionar o banco a construir uma alternativa sem perdas para todos nós”, avaliou Julio Vivian.

 

Saiba quem são os integrantes da Chapa 2 – Juntos pela Cassi

 

> Diretora de Planos de Saúde e Relacionamento com Clientes

Mirian Fochi

> Conselho Deliberativo – Titulares

Silvia Muto

Mario Engelke

> Conselho Deliberativo – Suplentes

João Maia

Eduardo Marinho

> Conselho Fiscal – Titulares

Maria Cristina Santos

Matheus Frahia

> Conselho Fiscal – Suplentes

José Luiz Barbosa

Ana Paula Busato

 

As propostas – Fortalecer a Cassi e unir os funcionários para defender nossos direitos

> Profissionalismo na gestão

> Transparência e proximidade com os associados

> Melhorar e ampliar a rede credenciada

> Fortalecer a estratégia saúde da família

> Gestão transparente e de excelência

 

Os princípios da Chapa 2

> BB tem de manter e ampliar sua responsabilidade com a atenção à saúde de funcionários ativos, aposentados e seus dependentes

> Solidariedade é regra básica – a Mensalidades vinculadas aos salários, sem cobrança pode dependente, de acordo com as necessidades de cada um.

> O mesmo atendimento para todos, de acordo com as necessidades de cada um.

Confira abaixo o folder da Chapa 2 com as propostas apresentadas de forma mais detalhada.

 

ÚLTIMAS NOTÍCIAS

FACEBOOK

SERVIÇOS

CHARGES

VÍDEOS

O BANCÁRIO

TWITTER