Setenta por cento dos bancários querem impeachment de Bolsonaro

Número é resultado de pesquisa realizada pela Contraf-CUT com mais de 1.200 colegas de todo o país

Cerca de 70% dos bancários, em todo o país, são favoráveis ao impeachment do presidente Jair Bolsonaro. Este é o resultado da pesquisa realizada no site da Confederação Nacional dos Trabalhadores do Ramo Financeiro (Contraf-CUT) encerrada nesta quarta-feira. 03/06. Dentre os mais de 1.200 respondentes de todo o Brasil, 10% não sabem e 20% são contra o impedimento do presidente.

Pandemia
Sobre a atuação do governo federal durante a pandemia, 66, 09% dos bancários que responderam a pesquisa avaliam como péssima,  11,47% como ruim, 11,63% como regular, 6,93% como boa e 3,88% como ótima.
O número da maioria cresce quando o assunto é isolamento social, recomendado pela Organização Mundial da Saúde (OMS) e seguida pela maioria dos países como forma de conter a disseminação do coronavírus (Covid-19). Dos entrevistados, 90% são a favor, 8% são contra e 2% não sabem.

Trabalho
Dos mais de 1.200 bancários que entraram na pesquisa da Contraf-CUT, 33,11% estão trabalhando presencialmente em jornada integral; 33,78% estão em home office com jornada completa; 16,85% estão em rodízio e 2,75% estão trabalhando e com jornada reduzida. Entre os que não estão trabalhando, 1% foi despedido; 2,92% está acumulando banco de horas; 1,75% não está acumulando banco de horas; 1,58% está com o contrato suspenso, recebendo benefício do governo; e 8,26% teve as férias antecipada.

Fonte: Contraf-CUT, com edição da Imprensa SindBancários

ÚLTIMAS NOTÍCIAS

FACEBOOK

SERVIÇOS

CHARGES

VÍDEOS

O BANCÁRIO

TWITTER