Sem sistema de ventilação ou ar condicionado, agências não abrem em Porto Alegre

Agências da base do SindBancários estão fechadas ou tendo sua abertura retardada por não apresentarem condições de trabalho. O principal problema é a falta de ar condicionado ou de um sistema de ventilação. O calor de 40ª que faz no Rio Grande do Sul e o fato das unidades serem lacradas, sem janelas, tornam o ambiente insuportável, tanto para os bancários quanto para os clientes.

A agência do Banrisul Avenida dos Estados e a agência Centro do Bradesco, também conhecida como Bradescão, permaneceram fechadas na quarta, dia 30/1. Na quinta, 31/1, foi a agência Tristeza, do Banrisul, que apresentou irregularidades. Os problemas foram verificadas na quarta, quando diretores do SindBancários foram à unidade entregar o jornal Nossa Voz e constataram o calor que os bancários e clientes precisavam suportar.

Esses casos somam-se a outros, como do Itaú da Bom Jesus, que não chegou a fechar, mas teve sua abertura retardada e o Sindicato está atuando para agilizar a regularização de problemas com o sistema de refrigeração da unidade.

Na maioria dos episódios, são agências que estão passando por adequações ou reformas. Mas isso não é motivo para os bancários e clientes permanecerem em um ambiente sem nenhum sistema de ventilação, como aconteceu na agência Tristeza.

No caso do Banrisul, os problemas resultaram em uma reunião com a Superintendência de RH e vários compromissos por parte da direção do banco para resolver ou amenizar os problemas. O Sindicato está acompanhando a resolução de todos os casos.

Denuncie!

Os bancários que sofrem com falta de condições de trabalho em suas agências, assédio ou qualquer outra irregularidade, devem denunciá-las para o SindBancários, clicando aqui. A reclamação pode ser feita de forma anônima e serve para que o Sindicato possa atuar nos locais de trabalho, garantindo um ambiente digno para bancários e clientes.

A repercussão

O funcionário do Banrisul e secretário-geral do SindBancários, Luciano Fetzner, lembrou que o SindBancários averigua todas as denúncias que recebe. “Inclusive, estamos cobrando que o banco realize manutenções preventivas nos aparelhos de refrigeração, visto que a previsão do tempo para fevereiro é de temperaturas acima dos 30º”, explica.

Sobre a agência Tristeza, o funcionário do Itaú e diretor do SindBancários, Antonio Augusto Borges de Borges (Guto), explicou que a ação do Sindicato fez com que o banco agilizasse a resolução do problema. “A agência Tristeza só abriu após a chegada de um técnico para arrumar os aparelhos de ar e o compromisso de instalarem um compressor novo. A ação do Sindicato acabou fazendo com o que a Sureg, o SESMT e o RH se envolvessem”, analisa.

O funcionário do Bradesco e diretor Administrativo do SindBancários, Luis Gustavo Vargas, lembrou que os diretores do SindBancários percorrem frequentemente as agências, também com o intuito de verificar as condições de trabalho. “Muitas irregularidades são descobertas neste momento, mas os bancários também podem e devem denunciar problemas”, garante.

“Este problema no Itaú da Bom Jesus não é de hoje, mas estamos acompanhando de perto os trabalhos. A partir da nossa ação, a equipe técnica se apresentou prontamente para resolver o problema do compressor”, observa o funcionário do Itaú e diretor de Políticas Sindicais e Cidadania, Sandro Rodrigues.

Fonte: Imprensa/SindBancários

ÚLTIMAS NOTÍCIAS

FACEBOOK

SERVIÇOS

CHARGES

VÍDEOS

O BANCÁRIO

TWITTER