Sem negociar, Santander pretende ampliar horário de agências para “Semana Desendivida”

o banco anunciou uma ampliação de duas horas no horário das agências para atendimento de clientes e sindicato critica medida

Sem negociar com o movimento sindical, o banco anunciou uma ampliação de duas horas no horário das agências, das 16h às 18h, para atendimento de clientes que pretendem renegociar dívidas, o chamado projeto Desendivida. A ação, denominada “Semana Desendivida”, é prevista para a próxima semana, da segunda-feira, 14 de março, até sexta, 18 de março.

“Não existiu qualquer negociação e muito menos acordo do Sindicato com o Santander para a realização desta ação”, enfatiza a diretora do Sindicato e coordenadora da COE Santander, Lucimara Malaquias.

O movimento sindical se reunirá nesta terça-feira(8) para avaliar o impacto e encaminhamentos sobre a “Semana Desendivida” e, na quinta(10), às 10h30, está prevista uma reunião com o Santander.

“A partir desta reunião, o movimento sindical irá analisar as possíveis medidas cabíveis, se assim for necessário. É fundamental que o bancário acompanhe o resultado desta reunião no site e redes sociais do Sindicato”, conclui Lucimara.

Para o secretário executivo do Sindicato dos Bancários de Porto Alegre e Região (SindBancários), Luiz Carlos Cassemiro, a medida contribuirá para sobrecarregar, ainda mais, os trabalhadores da categoria.

“Não é de hoje que o Santander desrespeita as representações dos trabalhadores, tomando ações unilaterais sem nenhuma tentativa de negociação por parte do banco. Agora o banco estende horário no atendimento num momento que deveria trabalhar por melhores condições de trabalho e fazer mais contratações de trabalhadores e trabalhadoras. Os colegas estão exaustos com a sobrecarga de trabalho o que tem gerado cada vez mais o adoecimento dos colegas”, critica o dirigente sindical.

Fonte: Sindicato dos Bancários de São Paulo

ÚLTIMAS NOTÍCIAS

FACEBOOK

SERVIÇOS

CHARGES

VÍDEOS

O BANCÁRIO

TWITTER