Saiba como calcular o impacto do Imposto de Renda na PLR. Simule aqui o seu caso

Pelo sexto ano seguido, a Lei 12.832/2013 garante aos trabalhadores isenção da cobrança de imposto de renda para determinado valor de PLR (Participação nos Lucros e Resultados) e, a partir dele, descontos progressivos.

A última correção da tabela do IR foi de 6,5%, em abril de 2015. E foi feita pela presidenta Dilma Rousseff. Dessa forma, quem recebe até R$ 6.677,55 está livre do imposto. A partir desse valor, as alíquotas do imposto variam de 7,5% a 27,5% (veja a tabela abaixo). Aqueles que são contra à correção da alíquota, prejudicam o trabalhador, pois, se crescesse conforme a inflação do mesmo período o valor a ser isentado de Imposto de Renda seria maior. O moribundo governo golpista de Michel Temer, além de aprovar a reforma trabalhista que retirou muitos direitos dos trabalhadores, deixou de isentar de Importo de renda muitos bancários que recebem PLR.

Mas atenção: para a Receita, o cálculo é sobre o ano calendário 2018. Portanto, para saber quanto será retido de imposto, é preciso somar a segunda parcela da PLR de 2017 (recebida em fevereiro/março deste ano) com o que vem este mês, referente à primeira parcela (adiantamento) da PLR 2018. Para entender o desconto, ele acontece no ano base de recebimento. de novo: segunda parcela da PLR de 2017 com antecipação da parcela da primeira parcela da PLR 2018.

Para facilitar o cálculo, o SEEB São Paulo elaborou um simulador.

Clique aqui para baixar o simulador e calcular quanto sofrerá de desconto da Receita.

Confira datas de pagamento da PLR por banco

Mesmo com a antecipação da primeira parcela para 20 de setembro, alguns bancos resolveram adiantar mais ainda. O Banco do Brasil pagou no dia 6 de setembro. O Safra também antecipou e pagou no dia 14 de setembro.

A Caixa pagou no dia 5 de setembro, mas apenas 70% do adiantamento, e fará o crédito dos 30% restantes no dia 20 de setembro. É importante lembrar que os bancários da Caixa mantiveram o direito à PLR Social, conquista histórica de 2010 que corresponde à distribuição linear de 4% do lucro do banco. Portanto, PLR da CCT e PLR Social garantem aos bancários da Caixa uma distribuição linear de 6,2% do lucro do banco.

Bradesco, Itaú e Santander pagarão a PLR no prazo previsto: 20 de setembro. O Bradesco vai antecipar para 26 de setembro o pagamento da 13ª cesta alimentação, que normalmente é creditada em dezembro.

Além da PLR, o Itaú credita o PCR (Programa Complementar de Resultados) no mesmo dia 20. O Santander também paga em 20 de setembro seu programa próprio o PPRS, que garante uma variável mínima de R$ 2.550 para todos os trabalhadores.

Veja regra da PLR

PLR Total: Regra Básica + Parcela Adicional

Regra Básica: 90% do salário + valor fixo de R$ 2.355,76. Caso o montante não atinja 5% do lucro líquido dos bancos o valor será elevado até o limite individual de 2,2 salários.

Parcela Adicional: distribuição linear de 2,2% do lucro líquido anual dos bancos, com teto de R$ 4.711,52

Antecipação da PLR

60% da regra básica, ou seja, 54% do salário + R$ 1.413,46

Parcela adicional: Distribuição linear de 2,2% do lucro líquido semestral dos bancos, com teto de R$ 2.355,76.

Veja quanto receberá de acordo com o salário:

ÚLTIMAS NOTÍCIAS

FACEBOOK

SERVIÇOS

CHARGES

VÍDEOS

O BANCÁRIO

TWITTER