“Rio Cigano” conta drama de família separada pelo preconceito e a exploração no CineBancários

O CineBancários estreia com exclusividade o filme “Rio Cigano”, o primeiro da diretora Julia Zakia, no dia 11 de fevereiro (quinta-feira). O longa-metragem será exibido nas três sessões diárias da sala de cinema (15h, 17h e 19h)

A narrativa de Rio Cigano é inspirada na tradição oral cigana. Quem conta a história é Kaia, uma menina forte, que sabe o que quer e luta por isso. O universo cigano brasileiro se mistura aos ciganos do leste europeu, em um filme que vai além dos limites geográficos. O longa traz a experiência da vida nômade e incorpora temas atuais e uma combinação de fantasias à narrativa.

“RIO CIGANO”

Durante uma viagem, os ciganos se veem obrigados a atravessar a fazenda de uma Condessa. São expulsos de lá. Em meio ao tumulto da fuga, a menina Reka se perde do grupo e é raptada. Ela é criada no casarão da fazenda como servente da condessa que, obcecada em não envelhecer, suga e destrói tudo à sua volta. Reka cresce absorvida pelo trabalho e se agarra às poucas lembranças de sua antiga vida.

Kaia, por sua vez, vive ao lado de sua família, até que deixa o acampamento em busca de Reka. A história da cumplicidade entre as duas meninas ciganas violentamente separadas na infância e criadas em mundos distantes é o mote de “Rio Cigano”, o primeiro longa metragem de Julia Zakia.

A DIRETORA

O filme Rio Cigano é o primeiro filme de longa-metragem de Julia Zakia, roteirista e diretora formada em Cinema pela USP. Premiada por seus curtas-metragens “Pedra Bruta” (2009), “Tarabatara” (2007), “A Estória Da Figueira” (2006) e “O Chapéu do meu Avô” (2004), Julia Zakia começou a escrever o roteiro de “Rio Cigano” enquanto filmava “Tarabatara”, um documentário sobre uma família cigana do sertão de Alagoas.

OS PRODUTORES

Fundada em 1983, a Superfilmes é sediada em São Paulo e viabiliza projetos próprios e de realizadores independentes. A Superfilmes estruturou-se para atuar nas diferentes áreas da produção audiovisual. Nessas três décadas de constante atividade, a Superfilmes apostou na revelação de novos talentos numa carteira rica nos mais diversos formatos audiovisuais. O acervo da produtora é reconhecido por sua qualidade técnica e criativa, nos mais importantes festivais nacionais e internacionais. Alguns exemplos: Festival de Cannes (semana da crítica), Festival Internacional de Berlin, Festival de Rotterdam, Festival De San Sebastian (Prêmio TVE e Prêmio CICAE), Festival Internacional de Chicago, entre outros.

A DISTRIBUIDORA

A Raiz Distribuidora Audiovisual conta hoje com cerca 94 títulos, entre longas, médias e curtas metragens, de ficção , documentários e animação , que mostram diferentes imagens do Brasil. O catálogo reúne filmes premiados como os clássicos “O Homem que virou Suco” e “O País dos Tenentes”, de João Batista de Andrade; “A Hora da Estrela”, de Suzana Amaral, “A Dama do Cine Shanghai” e “Perfume de Gardênia”, de Guilherme de Almeida Prado,

De Passagem de Ricardo Elias, bem como filmes mais recentes de diretores como Evaldo Mocarzel, Mauro Baptista Vedia, Augusto Sevá, Marcelo Toledo, Paulo Pélico, dentre outros.

FICHA TÉCNICA

RIO CIGANO

Roteiro e Direção: Julia Zakia

Elenco: Georgette Fadel, Leuda Bandeira, Ricardo Peccetti e Jerry Gilli

Produção Executiva: Patrick Leblanc

Direção de Fotografia: Adrian Cooper

Direção de Arte: Mônica Palazzo

Montagem: Idê Lacreta e Julia Zakia

Figurino: Luciana Buarque

Desenho de som: Guile Martins

Direção de Produção: Cris Alves

Distribuição: Raiz Distribuidora

FESTIVAIS

Festival Do Rio 2013

Mostra De Cinema De Sp 2013

Mostra De Tiradentes 2014

Femina- Festival Internacional De Cinema Feminino 2014

Festival Internacional Del Vina Del Mar – 2014 – Seleção Oficial

Festival De Cinema Do Rio Grande Do Sul 2014

Festival De Cinema E Direitos Humanos 2014

 

GRADE DE PROGRAMAÇÃO

 

10 de fevereiro (quarta-feira)

15h – Tormenta, de Lucas Constanzi

17h – Tormenta, de Lucas Constanzi

19h – Tormenta, de Lucas Constanzi

 

11 de fevereiro (quinta-feira)

15h – Rio Cigano, de Julia Zakia

17h – Rio Cigano, de Julia Zakia

19h – Rio Cigano, de Julia Zakia

 

12 de fevereiro (sexta-feira)

15h – Rio Cigano, de Julia Zakia

17h – Rio Cigano, de Julia Zakia

19h – Rio Cigano, de Julia Zakia

 

13 de fevereiro (sábado)

15h – Rio Cigano, de Julia Zakia

17h – Rio Cigano, de Julia Zakia

19h – Rio Cigano, de Julia Zakia

 

14 de fevereiro (domingo)

15h – Rio Cigano, de Julia Zakia

17h – Rio Cigano, de Julia Zakia

19h – Rio Cigano, de Julia Zakia

 

16 de fevereiro (terça-feira)

15h – Rio Cigano, de Julia Zakia

17h – Rio Cigano, de Julia Zakia

19h – Rio Cigano, de Julia Zakia

 

17 de fevereiro (quarta-feira)

15h – Rio Cigano, de Julia Zakia

17h – Rio Cigano, de Julia Zakia

19h – Rio Cigano, de Julia Zakia

 

Os ingressos podem ser adquiridos no local a R$10,00. Estudantes, idosos, bancários sindicalizados e jornalistas sindicalizados pagam R$5,00.

ÚLTIMAS NOTÍCIAS

FACEBOOK

SERVIÇOS

CHARGES

VÍDEOS

O BANCÁRIO

TWITTER