“Rindo a toa”, sobre humor e abertura política, estreia dia 30/05 no CineBancários

Diretores Claudio Manoel, Álvaro Campos e Alê Braga abordam movimento de humor que se seguiu ao período pós-ditadura militar (1964-1985)

O documentário “Rindo à toa – Humor sem limites”, que analisa a produção de humor no país a partir da reabertura política, no período de 1988 até os anos 2000, entra em cartaz em Porto Alegre no próximo dia 30 de maio, na sessão das 15h do CineBancários. O longa dirigido por Claudio Manoel, Álvaro Campos e Alê Braga investiga como a liberdade de expressão e os novos ares dos primeiros tempos da redemocratização impactaram o conteúdo de humor no Brasil. O documentário tem como ponto de partida os sucessores de “O Pasquim” nas bancas: “Planeta Diário”, “Casseta Popular”, e as publicações da Circo Editorial (Glauco, Laerte, Angeli); passa pela música com as bandas irreverentes que traziam a comédia em seu DNA como a “Blitz” e “Premeditando o Breque”; o surgimento da onda do besteirol no teatro e os programas de TV como o pioneiro “Armação Ilimitada”, “TV Pirata” e “Casseta & Planeta” chegando até “Sai de Baixo” e “Hermes e Renato”.

Os principais ícones do humor dos mais diferentes estilos, que entraram em cena de 1988 a 2000, refletem sobre as produções que marcaram uma época, e sobre questões como originalidade, vanguarda, limitações e contexto histórico e social.

“Rindo à toa – Humor sem limites” dá continuidade à investigação sobre humor iniciada em “Tá rindo de quê? – Humor e ditadura”, documentário do mesmo trio de diretores, que aborda o período em que a produção artística tinha que driblar a censura imposta pelo regime militar.

“Rindo à toa – Humor sem limites” é uma produção Emoções Baratas, Homem de Lata e 2Moleques. A coprodução é assinada pela Globo Filmes, GloboNews e Canal Brasil. A distribuição nos cinemas será da Bretz Filmes.

Sinopse

Rindo à toa” reflete de forma bem-humorada sobre o estilo da comédia praticada no Brasil a partir da reabertura política em 1988. O filme aborda a gênese e nascimento dos “humoristas” nos anos 80. Os ícones do humor revisitam sua trajetória e fazem uma autocrítica sobre seus estilos, refletindo sobre questões como originalidade, vanguarda, limitações e contexto histórico e social.

Ficha técnica

Produção e coprodução: Emoções Baratas, Homem de Lata, 2Moleques, Globo Filmes, Globo News e Canal Brasil

Direção: Claudio Manoel, Álvaro Campos, Alê Braga

Produtores: Álvaro Campos, Alê Braga, Claudio Manoel e Manfredo G. Barretto

Dir. Fotografia: Marcela Bourseau

Montagem: Pedro Bronz, edt.

Arte: Luva

Trilha sonora: Eugenio Dale

Edição e finalização de som: Bernardo Uzeda

Entrevistados

Adriano Silva – Andrea Beltrão – Angeli – Beto Silva – Boni – Claudio Manoel – Claudio Paiva – Chico Caruso – Daniel Filho – Evandro Mesquita – Felipe Fagundes – Fernanda Young – Guel Arraes – Helio de la Peña – Hubert – Laerte – Luiz Fernando Guimarães – Marcelo Madureira – Marcelo Mansfield – Marcelo Tas – Marisa Orth – iguel Falabella – Nizo Neto – Patrycia Travassos – Regina Casé – Roger Moreira – Tom Cavalcanti – Wandi.

Claudio Manoel – DIRETOR E PRODUTOR

Claudio Manoel foi roteirista do TV Pirata, redator final e ator do Casseta & Planeta Urgente! durante 20 anos, dirigiu e produziu o documentário “Simonal – Ninguém sabe o duro que dei”, criou e dirigiu o quadro “O que vi da vida”, no Fantástico. Atuou e foi corroteirista nos longas “A Taça do Mundo é nossa” e “Seus problemas acabaram”, do grupo Casseta & Planeta. Está lançando, além dos dois documentários (“Tá rindo de quê? – Humor e ditadura” e “Rindo à toa – Humor sem limites”) que serão apresentados no Festival do Rio 2018, “Chacrinha – eu não vim para explicar, eu vim para confundir”, previsto para janeiro de 2019. Também estará, em breve, como ator, no longa de ficção “Virando a mesa”, de Caio Cobra.

ÁLVARO CAMPOS – DIRETOR E PRODUTOR

Dirigiu e escreveu o curta-documentário “Leo & Carol” (2016) e o longa-metragem “Altas Expectativas” (2017), com Gigante Leo, Camila Márdila e Milhem Cortaz, selecionado para o Festival des Films du Monde de Montreal 2017 (FFM), o Miami Film Festival (2018) e o Festival do Rio (2017) – onde ganhou menção honrosa na Mostra Geração. Atualmente está lançando os documentários “Tá rindo de quê?” e “Rindo à toa”, codirigidos por Cláudio Manoel e Alê Braga. Ainda em cinema escreveu com Matheus Souza o road movie “Bamo Nessa”, dirigido por Daniel Lieff e também é um

dos roteiristas de “Uma pitada de Sorte” (lançamento 2019), dirigido por Pedro Antonio. Em TV, foi autor e/ou roteirista de vários programas para canais como Multishow, Record, OI TV e MTV, destacando-se o Furo MTV e Comédia MTV.

ALÊ BRAGA – DIRETOR E PRODUTOR

Alê Braga é diretor cinematográfico, roteirista e publicitário. Dirigiu os documentários “Bossa Nova Sol Nascente”, “Destino: Educação e Mama África”, tendo participado do Festival do Rio, e festivais na África (Dockanema, Sillhouette D’Or e Tanzânia) e Canadá. Trouxe ao Brasil a série “Chegadas e Partidas” do GNT, dirigiu e escreveu outras 7 séries de TV para diversos canais. Filmou em mais de 30 países e já recebeu mais de 30 prêmios internacionais de produção publicitária, entre eles o Grand Prix Cannes Lions, Clio, Festival de Londres, El Ojo de Iberoamerica, etc. Coautor do livro “O outro lado da bola”, que está sendo lançado pela Editora Record em 2018.

GRADE DE HORÁRIOS DE 30/5 A 05/6 NO CINEBANCÁRIOS:

Dia 30 de maio:

15h – RINDO Á TOA

17h – INFERNINHO

19h – COMPRA-ME UM REVÓLVER

Dia 31 de maio:

15h – RINDO Á TOA

17h – INFERNINHO

19h – COMPRA-ME UM REVÓLVER

Dia 01 de junho:

15h – RINDO Á TOA

17h – INFERNINHO

19h – COMPRA-ME UM REVÓLVER

Dia 02 de junho:

15h – RINDO Á TOA

17h – INFERNINHO

19h – COMPRA-ME UM REVÓLVER

Dia 04 de junho:

15h – RINDO Á TOA

17h – INFERNINHO

19h – COMPRA-ME UM REVÓLVER

Dia 05 de junho:

15h – RINDO Á TOA

17h – INFERNINHO

19h – COMPRA-ME UM REVÓLVER

Os ingressos podem ser adquiridos por R$ 12,00 na bilheteria do cinema ou no site ingresso.com . Idosos, estudantes, bancários sindicalizados, jornalistas sindicalizados,portadores de ID Jovem e pessoas com deficiência pagam R$ 6,00. Aceitamos Banricompras, Visa, MasterCard e Elo.

C i n e B a n c á r i o s 

Rua General Câmara, 424, Centro 

Porto Alegre – RS – CEP 90010-230 

Fone: (51) 34331204 

ÚLTIMAS NOTÍCIAS

FACEBOOK

SERVIÇOS

CHARGES

VÍDEOS

O BANCÁRIO

TWITTER