Publicada exoneração de Miriam Belchior da presidência da Caixa

O Diário Oficial da União publicou nesta quarta-feira, 25/05, a exoneração de Miriam Belchior da presidência da Caixa Econômica Federal. Assume o cargo interinamente o vice-presidente de Tecnologia da Informação da Caixa, Joaquim Lima de Oliveira, funcionário de carreira do banco. Ele tem 59 anos, ingressou no banco em 1979 e ocupou anteriormente a vice-presidência de Governo e Loterias. A nomeação dele também está publicada na edição desta quarta-feira.

Miriam  estava na presidência do banco – principal fornecedor de crédito habitacional do Brasil – desde fevereiro de 2015, após ter ocupado o posto de ministra do Planejamento durante todo o primeiro mandato da presidenta afastada Dilma Rousseff.

PAC

Antes, ela ocupou a função de secretária executiva do Programa de Aceleração do Crescimento (PAC), depois de ter assumido cargos na Casa Civil e de assessora especial da Presidência da República durante os governos de Luiz Inácio Lula da Silva. A ex-ministra foi casada com o ex-prefeito de Santo André Celso Daniel, assassinado em 2002.

Ontem (24), o ministro da Fazenda, Henrique Meirelles, confirmou que os nomes dos escolhidos pelo presidente interino Michel Temer para comandar os bancos públicos – como a Caixa e o Banco do Brasil – devem ser anunciados nos próximos dias.

Na avaliação do SindBancários, em princípio a queda de Miriam Belchior não representa avanço na chamada reestruturação da Caixa, que já havia sido suspensa, mas poderá significar ainda menos protagonismo social do banco nas políticas públicas, no governo interino de Michel Temer, de claro caráter neoliberal. “Vamos lutar ainda com mais vigor para que a Caixa mantenha seu caráter de banco público e preencha as vagas em aberto, uma situação que prejudica o bom atendimento da população mais necessitada e causa adoecimento nos bancários”, disse o presidente do Sindicato, Everton Gimenis.

Fonte: Imprensa SindBancários com informações da Rádio Guaíba

 

ÚLTIMAS NOTÍCIAS

FACEBOOK

SERVIÇOS

CHARGES

VÍDEOS

O BANCÁRIO

TWITTER