PUAN E FIM DE SEMANA NO PARAÍSO SELVAGEM são as estreias de 7/12 no CineBancários

Coprodução brasileira que ganhou prêmios no Festival Internacional de Cinema e no Festival de San Sebastian, na Espanha, PUAN estreia na sessão das 19h

Estreia no CineBancários, dia 7 de dezembro, o longa-metragem PUAN, coproduzido pela brasileira Bubbles Project (Regra 34) e dirigido por María Alché e Benjamín Naishtat. O filme foi indicado para o Goya, exibido no Festival do Rio na Première Latina e levou dois importantes prêmios no Festival San Sebastian: Melhor Roteiro para a dupla de diretores María Alché & Benjamín Naishtat e Melhor Ator para Marcelo Subiotto.

O filme argentino traz a história de Marcelo (Marcelo Subiotto) que compete com outro professor de filosofia por uma cadeira da Universidade Puan. O professor de filosofia na Universidade Pública, num ambiente político instável, precisa provar para si e para sua família e colegas que está à altura para suceder seu falecido mentor.

FIM DE SEMANA NO PARAÍSO SELVAGEM

A segunda estreia, na sessão das 17h, é o longa FIM DE SEMANA NO PARAÍSO SELVAGEM, segundo filme do pernambucano Severino (Pedro Severien). Após a pré-estreia positiva na Mostra Internacional de Cinema de São Paulo, em outubro de 2022, o longa foi concebido a partir de elementos da memória afetiva do diretor, vividos na praia de Tamandaré, em conjunto com aspectos da realidade social do litoral e zona da mata sul de Pernambuco. Filmado nos municípios de Cabo de Santo Agostinho, Ipojuca, Sirinhaém e Tamandaré, “Fim de semana no paraíso selvagem” se passa na cidade de Paraíso, uma montagem cinemática dessas quatro cidades. A obra conta a história de Rejane, que chega a um território de disputas desleais para tentar entender o que aconteceu com seu irmão, um exímio mergulhador encontrado morto em um mar cercado de sombras por todos os lados.

Rejane hoje observa com estranheza esse então lugar paradisíaco onde nasceu, que deixou há décadas, expulsa por uma violência extrema. Paraíso agora é um território expandido, controlado por um grupo de privilegiados da classe dominante, tomado por um complexo industrial-portuário e especulação imobiliária. “Fim de semana no paraíso selvagem” convida à uma reflexão em torno de questões sociais, de jogos de poder e de classes, se desenhando, segundo o diretor, como um filme neo-noir social, cuja narrativa é toda permeada por tensão, farsa e mistério.

Paraíso Selvagem foi rodado em meados de 2021, ainda durante a pandemia de Covid-19, sob um rígido protocolo de proteção à saúde e não registrou nenhum caso de contágio durante as filmagens. Um dos primeiros projetos pernambucanos realizados nessas condições, o longa obteve êxito e encorajou a retomada da produção cinematográfica local.
O filme teve sua première na competição Novos Diretores da 46ª Mostra Internacional de Cinema de São Paulo ano passado e foi recebido com aceno positivo da crítica e do público. Entre as dezenas de Festivais de cinema dos quais participou, foi premiado no Fest Aruanda, no Festival Guarnicê e no Festival de Cinema de Triunfo, arrematando, em quase todos, os prêmios de Melhor filme, Melhor Direção, Melhor Fotografia, Melhor roteiro, melhor direção, Melhor direção de arte, Melhor Música Original, Melhor Atriz Principal. Em um ano, o longa somou 16 premiações.
A obra conta com atores em ascensão e de destaque nacional, como Ana Flávia Cavalcanti (Sob Pressão), Enio Cavalcante (Cangaço Novo), Pedro Wagner (A Irmandade) e Zezé Motta. No papel de Rejane, Ana Flávia venceu três prêmios como melhor atriz principal. “Há também uma diversidade de estéticas de atuação dentro do filme, o que reforça essa noção de uma narrativa coral, vozes dissonantes que expressam os embates políticos nas dimensões de classe, gênero e racialidade”, diz Pedro sobre o elenco selecionado.
ESTREIAS

PUAN

Argentina / Brasil  /Drama/111min
Direção: María Alché, Benjamín Naishta

Sinopse: Marcelo (50) dedicou sua vida ao ensino de filosofia na Universidade Pública e, de repente, seu mentor e chefe, o professor Caselli, morre. Desorientado neste novo panorama, Marcelo imagina que herdará o posto deixado vago por seu mentor. O que ele não espera é que Rafael Sujarchuk, um filóso carismático e pedante, formado nas melhores universidades europeias, também queira o posto. Entre seus múltiplos empregos como professor de filosofia em periferias, na universidade e em particular para uma milionária de oitenta anos de idade, ele também deve se preparar para concorrer a um cargo contra este forte adversário que parece encantar a todos. Os esforços desajeitados de Marcelo não parecem ser suficientes para conseguir o emprego, mas é realmente isso o que ele quer?”

Elenco: Marcelo Subiotto, Leonardo Sbaraglia, Julieta Zylberberg, Alejandra Flechner, Andrea Frigerio, Mara Bestelli

FIM DE SEMANA NO PARAÍSO SELVAGEM
Brasil/ Drama/2022/116min.
Direção: Pedro Severien

Sinopse: Entre a margem de uma praia marcada por coqueiros tropicais e a margem oposta cravada de usinas e cargueiros, há um território de disputas desleais entre tubarões e peixes pequenos. É nele que Rejane chega para tentar entender o
que aconteceu com seu irmão, um exímio mergulhador encontrado morto em um mar cercado de sombras por todos os lados.

Elenco: Ana Flavia Cavalcanti, Joana Medeiros, Edilson Silva, Eron Villar, Enio Cavalcante, Luciano Pedro Jr.

EM CARTAZ


PEDÁGIO

Brasil/Portugal/Drama/2023/ 101 min.
Direção: Carolina Markowicz

Sinopse: Mulher precisa juntar dinheiro para mandar o filho para um lugar que promove uma cura gay, ministrado por um famoso pastor estrangeiro. Para isso, ela começa a burlar a lei em seu trabalho, como cobradora de pedágio.
Elenco: Maeve Jinkings, Kauan Alvarenga e Thomás Aquino

EXIBIÇÃO ESPECIAL DIA 09 DE DEZEMBRO, ÀS 10H30, SEGUIDA DE DEBATE

Repórter Brasil lança documentário em homenagem ao jornalista Dom Phillips e aborda a violência enfrentada na cobertura da Amazônia
“Relatos de um correspondente da guerra na Amazônia”, novo documentário da Repórter Brasil, é uma homenagem a Dom Phillips, jornalista inglês assassinado em uma emboscada no Vale do Javari junto ao indigenista Bruno Pereira. Com a proposta de refletir sobre a complexa natureza da cobertura da Amazônia, o filme parte da experiência de Daniel Camargos, que foi companheiro de reportagem de Dom, ao cobrir as buscas pelo amigo desaparecido.
O documentário mergulha nos desafios enfrentados pelos jornalistas que cobrem a violência contra as comunidades indígenas na maior floresta tropical do mundo. A narração em primeira pessoa de Camargos conduz uma reflexão sobre o papel dos repórteres em meio aos conflitos na região. Após ouvir e sofrer com a brutalidade das revelações sobre o que aconteceu com Dom, assassinado e esquartejado, o jornalista se pergunta se “vale a pena seguir adiante”.
Em busca de respostas, o filme acompanha o repórter ao percorrer outros estados e outras terras indígenas, onde observa semelhanças e diferenças no modo como as suas fontes processam o luto. A resistência indígena perante a perda de tantos na disputa pelo território ganha uma nova dimensão para o repórter. Com 1h de duração, “Relatos de um correspondente da guerra na Amazônia” é um filme de Ana Aranha e Daniel Camargos, com fotografia de Fernando Martinho e Caio Castor, montagem de Pedro Watanabe, e realização da Repórter Brasil.
HORÁRIOS DE 07 a 13 DE DEZEMBRO (não há sessões nas segundas-feiras)
15h: FIM DE SEMANA NO PARAÍSO SELVAGEM
17h: PEDÁGIO
19h: PUAN
Ingressos
Os ingressos podem ser adquiridos a R$ 12 na bilheteria do CineBancários. Idosos (as), estudantes, bancários (as), jornalistas sindicalizados (as), portadores de ID Jovem e pessoas com deficiência pagam R$ 6. São aceitos cartões nas bandeiras Banricompras, Visa, MasterCard e Elo.
Na quinta-feira, a meia-entrada é para todos e todas.

CineBancários

Rua General Câmara, 424 – Centro – Porto Alegre
Mais informações pelo telefone (51) 3030.9405 ou pelo e-mail cinebancarios@sindbancarios.org.br

ÚLTIMAS NOTÍCIAS

FACEBOOK

SERVIÇOS

CHARGES

VÍDEOS

O BANCÁRIO

TWITTER

Luciano Fetzner Barcellos
(Banrisul)
PRESIDENTE

Tags

Filiado à Fetrafi/RS, Contraf/CUT e CUT
Rua General Câmara, 424-Centro / CEP:90010-230 /
Fone: 51-34331200

Porto Alegre / Rio Grande do Sul / Brasil

Categorias

Categorias

Categorias