Presidente do SindBancários é eleito novo vice-presidente da CUT-RS

Everton Gimenis compõe a nova diretoria da Central Única dos Trabalhadores-RS, ao lado do novo presidente Amarildo Cenci

O presidente do SindBancários de Porto Alegre e Região, Everton Gimenis, é desde o último sábado, 23/11,  o novo-vice presidente da CUT-RS. A chapa de unidade, liderada pelo novo presidente da entidade, professor Amarildo Cenci, foi eleita por unanimidade durante o 15º Congresso Estadual da CUT do Rio Grande do Sul (15º CECUT-RS: Congresso Lula Livre e Inocente – Emprego, Direitos, Soberania e Democracia), no Salão Cibai – Migrações, ao lado da igreja da Pompeia, em Porto Alegre. O evento teve a participação de 241 delegados e delegadas do campo e da cidade, dos setores público e privado, além de observadores e convidados.

Chapa de unidade

Amarildo, que é também diretor do Sindicato dos Professores do Ensino Privado (Sinpro-RS), assume o cargo que foi exercido nos últimos sete anos pelo metalúrgico Claudir Nespolo, que é o novo secretário de Organização e Política Sindical da CUT-RS.

O presidente do Sindicato dos Bancários de Porto Alegre e Região, Everton Gimenis, foi eleito vice-presidente da CUT-RS. A presidenta do Sindicato dos Trabalhadores em Educação Pública Municipal de Gravataí (SPMG), Vitalina Gonçalves, que exerceu dois mandatos como secretária de Administração e Finanças, é a nova secretária-geral da entidade. O sapateiro Antônio Güntzel, que era o secretário de Relações de Trabalho, é agora o novo secretário de Administração e Finanças da CUT-RS.

Categoria de luta

Para Gimenis, sua eleição aponta para a importância dos bancários como categoria e para o papel do SindBancários como uma das grandes entidades de luta pelos direitos dos trabalhadores no Rio Grande do Sul. “Sempre apostamos na unidade dos bancários e de todos os trabalhadores públicos e privados, que sofrem o arrocho das políticas neoliberais, em especial neste desgoverno Bolsonaro, que parece fixado em destruir as categorias organizadas no Brasil”, diz Gimenis. “Mas não vamos permitir, vamos resistir junto com demais trabalhadores, estudantes, movimentos sociais e outras entidades da sociedade civil,para que nossas conquistas sociais não sejam jogadas no lixo pelo governo Bolsonaro”, afirmou  o presidente do SindBancários e novo vice da CUT-RS.

 

ÚLTIMAS NOTÍCIAS

FACEBOOK

SERVIÇOS

CHARGES

VÍDEOS

O BANCÁRIO

TWITTER