Porto Alegre prepara Dia D da vacinação contra gripe e sarampo no sábado (30)

A ação irá acontecer em 108 unidades de saúde, das 8h às 17h

A Secretaria Municipal de Saúde (SMS) irá promover no próximo sábado (30) o Dia D da vacinação contra o sarampo e a gripe (influenza). A atividade irá acontecer em 108 unidades de saúde, das 8h às 17h (confira aqui). Durante a ação também serão oferecidas primeira e segunda doses de vacinas contra a covid-19 para crianças, em 34 unidades de saúde. Haverá passe livre nos ônibus da Capital.

Para o sarampo, o público-alvo será composto por crianças de seis meses a menores de cinco anos (quatro anos, 11 meses e 29 dias) e os trabalhadores de saúde com atualização da caderneta vacinal. Já para a gripe (Influenza), o público-alvo é formado por idosos, acima de 60 anos, trabalhadores de saúde e crianças da mesma faixa etária do sarampo.

Segundo o informe do Ministério da Saúde, tanto a vacina da gripe quanto a do sarampo podem ser administradas no mesmo dia. A única exceção para esta regra é a vacina contra a covid-19 em crianças de 5 a 11 anos de idade que devem aguardar 15 dias para receber qualquer vacina, inclusive sarampo e gripe.

Para receber a imunização contra a gripe ou sarampo, trabalhadores da saúde devem apresentar contracheque ou outro documento que demonstre o vínculo empregatício. Para as crianças, é solicitada a apresentação da caderneta de vacinação. Idosos devem apresentar documento oficial com foto, que comprove a idade.

Já para imunização contra a covid-19 é preciso levar documento de identidade do acompanhante e da criança. Os pais ou responsáveis legais devem estar presentes no momento da vacinação, ou a pessoa que estiver acompanhando a criança no momento da vacinação deve apresentar autorização por escrito.

Conforme levantamento da SMS, mais de 34 mil crianças estão com a segunda dose da vacina contra a covid-19 em atraso.  “É importante que os pais levem seus filhos para vacinar, uma vez em que há um aumento expressivo de procura por atendimento de saúde dos serviços pediátricos, especialmente por problemas respiratórios”, destaca o secretário de saúde de Porto Alegre, Mauro Sparta. “Quanto mais pessoas estiverem vacinadas, menor a circulação dos vírus”.

Por ocorrer no final de semana, o Dia D facilita o acesso à vacina de pessoas que não conseguem se deslocar até as unidades durante a semana.

Fonte: Sul21

ÚLTIMAS NOTÍCIAS

FACEBOOK

SERVIÇOS

CHARGES

VÍDEOS

O BANCÁRIO

TWITTER