Por BC independente dos bancos, bancários fazem manifestação nesta quinta

Não são só manifestações por melhores salários e condição de trabalho que movimentam os bancários durante a Campanha Salarial 2014. Tanto que nesta quinta, 2/10, os olhos da categoria se movem para uma pauta que atinge todos os brasileiros: um Banco Central independente das instituições financeiras.

.: Veja como foi a adesão à greve nesta quarta

A partir das 11h, os bancários estão convocados para se concentrarem na Praça da Alfândega, entre o Banrisul e a Caixa. Às 11h45, partem em direção ao BC (Alberto Bins, 348 – Centro de PoA), onde irão chamar a atenção da população dos prejuízos que um Banco Central a serviço das instituições financeiras pode trazer ao País.

No ato, também chamaremos atenção para o ataque aos nossos direitos. É do Banco Central que partem as políticas de terceirização nos bancos e que estrutura o correspondente bancário. A terceirização retira direitos dos trabalhadores bancários, como PLR, vale-refeição, e rasga a carteira de trabalho.

O diretor da Fetrafi-RS, Juberlei Bacelo, disse durante ato que cobrou proposta da diretoria do Banrisul, nesta quarta-feira, 1º/10, que lutar contra a independência do BC faz parte da história de luta dos bancários. “A nossa GREVE cresce a cada dia. E os bancários sabem que temos um compromisso também com a sociedade. O BC independente significa ficar na mão dos banqueiros. Não podemos deixar os banqueiros decidir como vai ser a nossa vida”, alerta Juberlei. (Assista aqui ao vídeo com a manifestação do dirigente).

Os bancários fazem este debate há mais de 20 anos. O entendimento é de que a “independência” do BC só interessa aos bancos e aos mercados. Para entender a importância do BC na vida de um cidadão brasileiro, pense que hoje o Banco Central tem o papel de controlar a inflação, estabelecer a taxa de juros e o valor de moedas estrangeiras em relação ao real, o que chamamos de câmbio.

Cada decisão do BC interfere na economia e na vida de todos nós.  Se o BC decide mexer em uma dessas variáveis que ele controla, haverá interferência na geração de emprego e na disponibilidade de crédito.


Calendário de luta |

Quinta | Dia 2 de outubro

8h – Concentração dos Bancários – Praça da Alfândega entre o Banrisul e a Caixa.

11h – Concentração dos grevistas na Praça da Alfândega (Entre a Caixa e o Banrisul) para participar de Ato Público pelo Banco Central independente do mercado financeiro e contra as terceirizações e correspondentes bancários.

11h45 – Caminhada até a sede do Banco Central em Porto Alegre.

12h – Ato Público por um Banco Central independente do mercado financeiro e contra às terceirizações e correspondentes bancários  (Alberto Bins, 348 – Centro de PoA).

15h – Plenária dos bancários no Clube do Comércio (Andradas, 1.085 – Centro PoA).

Sexta-feira | 3 de outubro

A partir das 8h: Concentração dos Bancários na Praça da Alfândega entre o Banrisul e a Caixa

12h: Passeatão dos Bancários II – Concentração entre a Caixa e o Banrisul na Praça da Alfândega.

Fonte: Imprensa/SindBancários

ÚLTIMAS NOTÍCIAS

FACEBOOK

SERVIÇOS

CHARGES

VÍDEOS

O BANCÁRIO

TWITTER

Luciano Fetzner Barcellos
(Banrisul)
PRESIDENTE

Tags

Filiado à Fetrafi/RS, Contraf/CUT e CUT
Rua General Câmara, 424-Centro / CEP:90010-230 /
Fone: 51-34331200

Porto Alegre / Rio Grande do Sul / Brasil

Categorias

Categorias

Categorias