Polícia Civil prende quadrilha que praticava “saidinha de banco” na Região Metropolitana

Policiais cumprem nove mandatos de prisão; dois dos suspeitos já estão no sistema prisional

Desde o início da manhã desta quinta-feira, 03/12, a Polícia Civil vem desenvolvendo a Operação Duplo Saque, para localizar e prender uma quadrilha envolvida em roubos a pedestres, especialmente no crime conhecido como “saidinha de banco”. Os policiais civis estão cumprindo ordens judiciais nos municípios de Canoas, Cachoeirinha e Porto Alegre. No total, foram cumpridos nove mandados de prisão preventiva. Dois dos suspeitos já estão recolhidos ao sistema prisional, sendo que um deles foi preso em flagrante após tentativa de roubo no mês de outubro.

Armas e veículos

Durante três meses, os investigadores apuraram a autoria dos crimes e identificaram outras vítimas desses criminosos de alta periculosidade. Segundo a Polícia Civil, ao menos 15 pessoas foram possivelmente vítimas dessa quadrilha. Durante as diligências foram apreendidas inúmeras provas dos crimes como os veículos utilizados nos roubos, sendo um automóvel e uma motocicleta, além de roupas, capacetes e mochila. Ainda no cumprimento das ordens judiciais, também foram apreendidas duas armas de fogo, munição, dinheiro em espécie e drogas.

Canoas

A investigação do delegado Rafael Pereira delimitou a atuação de integrantes de uma organização criminosa responsável por diversos crimes que vinham ocorrendo há pelo menos um ano na cidade de Canoas. Durante as investigações, apurou-se que as vítimas eram vigiadas desde o saque bancário até a via pública, quando eram roubadas mediante grave ameaça com emprego de arma de fogo e, por vezes, seguidos e abordados no trajeto.

Auxílio Emergencial

A quadrilha, na maioria das vezes, escolhia idosos e mulheres como alvos da ação criminosa. Nos últimos meses, muitas destas vítimas haviam realizado o saque do Auxílio Emergencial e os criminosos, cientes dessa movimentação, acompanhavam os beneficiários e executavam o crime.

Fonte: Polícia Civil, com informações da RGN e G 1. Edição de Imprensa SindBancários. Foto: Polícia Civil/Divulgação.

ÚLTIMAS NOTÍCIAS

FACEBOOK

SERVIÇOS

CHARGES

VÍDEOS

O BANCÁRIO

TWITTER