“Poetas da Dura Noite”na Feira do Livro

Coletânea lançada na Feira do Livro, dia 08/11, reúne 11 autores que desafiaram com arte a Ditadura militar

“Poetas da Dura Noite” é o nome da obra lançada na Feira do Livro de Porto Alegre no último dia 08 de novembro – e o livro não tem este título por acaso. Trata-se de uma coletânea de versos de 21 autores e autoras que enfrentaram a violência e a censura da ditadura militar, entre 1964 e 1985 em Porto Alegre. Editado pelo Comitê Carlos de Ré da Verdade e Justiça do Rio Grande do Sul, “Poetas da Dura Noite” custa R$ 35,00 o exemplar e pode ser encontrado nas barracas das livrarias Palmarinca, Calle Corrientes e Mosaico.

Cárcere, exílio, clandestinidade

O músico e compositor Raul Ellwanger (foto), que organizou a obra, explica que a edição foi bancada através de uma “vaquinha virtual”, sem remuneração. Ele fala sobre a concepção da obra.

“Poetas da dura noite” descobre e resgata escritos poéticos realizados sob condição de opressão, entre 1964 e 1985 no Rio Grande do Sul. Cárcere, exílio, clandestinidade, vida secreta, desaparecimento forçado, são algumas das situações em que jovens mulheres e homens encontraram na poesia o apoio para superar períodos de desamparo e temor. Entre muitos outros, Brasil afora, eis alguns que escreveram naquela época”, conclui.

Como epígrafe do livro, o organizador Ellwanger escolheu um verso de William Shakespeare, em “Henrique V”, ato IV, cena 3. “Poetas da dura noite – Pois aquele que hoje/ Derrama seu sangue comigo,/ Será meu irmão.”

Autógrafos

O lançamento do livro ocorreu na Praça de Autógrafos da Feira do Livro de Porto Alegre, às 17h30 do dia 08 de novembro de 2019, com presença de alguns autores. Têm trabalhos da época, publicados em “Poetas da dura noite”, os seguintes autores:

Antônio Alberi Malfi , Antonio Pinheiro Salles, Atanásia Orta, Eloá Martins, Flávio Koutzii, Glênio Perez, Emanuel Medeiros Vieira, Guilem Rodrigues da Silva, Guillermo Rallo, Jaime Walwitz Cardoso, Jorge Fischer, José Luiz Mauricio, Luiz de Miranda, Luiz Eurico Tejera Lisboa (Ico), Manoel Raimundo Soares, Nei Duclós, Nilton Rosa da Silva, Reneu Geraldino Mertz, Rui Neves da Rosa (Rui Neves Bernardes), Vera Lígia Huebra Neto, Saavedra Durão e Victor Douglas Nuñez.

A iniciativa foi feita conjuntamente com Comitê  Carlos  de  Ré  da  Verdade  e   Justiça  do  Rio Grande do Sul, Premio dos Direitos Humanos do Estado do RS 2013.

ÚLTIMAS NOTÍCIAS

FACEBOOK

SERVIÇOS

CHARGES

VÍDEOS

O BANCÁRIO

TWITTER