Operação Tatu: Polícia captura quadrilha especializada em ataques a bancos e lotéricas

Onze suspeitos foram presos e investigações continuam em todo o estado

Prossegue desde a segunda-feira, 10/05, a Operação Tatu, da Polícia Civil, na investigação, busca e prisão de uma quadrilha que praticava ataques a estabelecimentos bancários, lotéricas e afins. Policiais cumprem 24 mandados de busca e apreensão, 16 mandados de prisão temporária, além de sequestro de veículos e bloqueio de contas bancárias.

No total, a operação envolveu cerca de 100 policiais civis, de diversas unidades. As medidas cautelares foram ou ainda estão sendo cumpridas nas cidades de Porto Alegre, Novo Hamburgo, Canoas, Esteio, Alvorada e Rio Pardo. Até o momento, 11 pessoas foram presas. Quatorze crimes de furto qualificado foram  registrados também nas cidades de Novo Hamburgo, Canoas, Nova Santa Rita, Porto Alegre, Guaíba, Caxias do Sul, Portão, Terra de Areia e São Leopoldo.

Atuação estadual

No curso das investigações, apontou-se a existência de organização criminosa de atuação estadual, responsável pela prática de crimes de furto qualificado. Os policiais acreditam que o grupo organizado de criminosos contaria com, pelo menos, 20 indivíduos, cada qual com a sua tarefa em cada ação criminosa. As investigações seguem, pela 1ª DR/Deic, em Porto Alegre/RS), sob coordenação do delegado João Paulo de Abreu.

Fonte: Site da Polícia Civil/, com informações e fotos. Edição: Imprensa SindBancários.

 

 

ÚLTIMAS NOTÍCIAS

FACEBOOK

SERVIÇOS

CHARGES

VÍDEOS

O BANCÁRIO

TWITTER