Agência do Itaú em obras sufoca com cheiro de cola e é fechada por falta de condições de trabalho

Uma obra de reparação na agência Rua da Praia, do Itaú, no Centro de Porto Alegre, colocou em risco a saúde de colegas, vigilantes e clientes do banco e levou o Sindicato a agir. A agência ficou paralisada durante todo a terça-feira, 29/9. O mau cheiro infestou a agência desde a segunda-feira, 28/9. O SindBancários esteve na agência, entrou em contato coma Superintendência e obteve como resposta de que as obras só seriam realizadas em fins de semana.

No entanto, nesta terça-feira, 29/9, o cheiro de cola havia piorado e a obra continuara. “O banco havia dito que a obra seria realizada somente no fim de semana. Chegamos lá na manhã desta terça e constatamos que a obra continuava durante o expediente. Não tinha condições de trabalho”, avaliou a diretora do SindBancários, Catia Nunes.

No lugar do cheiro de cola o ato levou cheiro de salsichão com pão, o tradicional salchipão das lutas da categoria. Segundo a dirigente, a situação ficou tão complicada durante o expediente que alguns colegas passaram mal. “Os vigilantes estavam se sentindo mal. Inclusive uma colega grávida estava com náusea. Não é possível que o Itaú tenha tanto descaso com a saúde dos colegas”, afirmou Catia.

O SindBancários estará monitorando esta agência do Centro para que as obras de recolocação do piso não sejam mais realizadas durante o expediente. Lembrando aos colegas que o Itaú faz parte da Fenaban, Federação patronal que fez uma proposta indecente de aumento de salário na mesa de negociação da sexta, 25/9. Com 5,5%, índice que representa quase metade da inflação do último ano, vamos dar uma resposta na nossa assembleia desta quarta-feira, 30/9, às 18h30, no Hotel Embaixador (Jerônimo Coelho, 354, Centro Histórico de Porto Alegre). É tempo de preparar a GREVE para mostrar aos banqueiros que queremos valorização e não aceitamos desrespeito.

Fonte: Imprensa SindBancários

ÚLTIMAS NOTÍCIAS

FACEBOOK

SERVIÇOS

CHARGES

VÍDEOS

O BANCÁRIO

TWITTER