O primeiro de muitos festivais

“O projeto do Festival de Música foi apresentado à diretoria que, rapidamente, o assimilou como um evento importante de produção cultural e como uma forma de mobilizar os trabalhadores para uma prática que estimula a criatividade através da música”, explica o diretor do SindBancários, Fábio Moraes Dallanhese, coordenador do evento.

Por sua vez, o presidente do Sindicato, Everton Gimenis, evoca a história dos grandes festivais de música dos anos 1960, 1970 e 1980 como inspiração para mobilizar os trabalhadores. “Os festivais no Brasil têm uma história de resistência e de formação política antes, durante e depois do Regime Militar. Parafraseando a música do Milton Nascimento, ‘Nos Bailes da Vida’, que diz que todo o artista tem que ir onde o povo está, digo que o nosso Sindicato, através da música, vai procurar ir onde os bancários estão”, ilustrou Gimenis.

Para Fabio Dallanhese, o Festival constitui uma forma de engajar a categoria, estimulando a criatividade para além das agências bancárias e dos locais de trabalho.  “Nossa intenção é que os colegas de bancos públicos e privados da base do SindBancários possam se sentir à vontade para expor seus talentos musicais e que este projeto seja o primeiro de muitos festivais.”

ÚLTIMAS NOTÍCIAS

FACEBOOK

SERVIÇOS

CHARGES

VÍDEOS

O BANCÁRIO

TWITTER