Nunca desistiremos de defender o que é nosso. Banrisulense, fique atento, porque o Sartori não pensa em desistir

Se o governador José Ivo Sartori tivesse um surto de verdade verdadeira, gravaria um vídeo nas redes sociais confessando o que realmente aconteceu na calada da madrugada de 7 de fevereiro, no Plenário da Assembleia Legislativa: que a aprovação do chamado regime de recuperação fiscal é um pretexto para manter pagamento de juros a grandes banqueiros privados.

Sim, porque Sartori agora anuncia que vai extinguir as fundações até abril. Sim, depois de ser autorizado a colocar em debate na Assembleia a privatização da CRM, da Sulgás e da CEEE, por 30 deputados (não vote neles!) ele não desistiu de seu projeto. Sartori quer porque quer vender o Banrsiul. Seja, rifando ações do banco ou mesmo derrubando a exigência de plebiscito.

Por isso, Banrsiulenses, a hora é de atenção. A qualquer momento, Sartori vai cumprir o papel que o banqueiro Henrique Meirelles, o ministro da Fazenda, e Temer, o ilegítimo, reservaram para ele: conseguir 2/3 dos votos para derrubar a exigência de plebiscito para decidir sobre a venda ou não do Banrisul. O tempo é de os colegas do Banrisul ficarem unidos, defenderam o Banrisul público e participarem das ações que o Sindicato chamar. Sartori não vai desistir de entregar o Banrisul e nós não desistiremos jamais!

Fonte: Imprensa SindBancários

ÚLTIMAS NOTÍCIAS

FACEBOOK

SERVIÇOS

CHARGES

VÍDEOS

O BANCÁRIO

TWITTER