Novos colegas do Banco do Brasil tomam posse na GEPES na segunda, 12/1

 posse_bb_web

A média de idade tem se mantido. Em geral, os novos colegas aprovados no concurso público do Banco do Brasil para o Rio Grande do Sul são jovens. Mas o que chamou a atenção do departamento de Gestão de Pessoas (GEPES), de Porto Alegre, na segunda-feira, 12/1, na posse de 27 novos colegas do BB foi o número de escriturários com formação em curso superior. Ao solicitar que levantassem a mão aqueles com diploma de ensino superior, 20 se manifestaram. Quer dizer, da turma que foi aprovada para o cargo de escriturário, que exige segundo grau completo, 74,1% têm formação superior.
Não é apenas a escolaridade que chama a atenção. Há uma questão que envolve o número de contratados. A frequência de cursos para novos contratados do Banco do Brasil caiu em 2015. E a repercussão pode ser sentida nas agências bancárias. Há mais trabalho. Mais metas a serem cumpridas. Consequentemente, o assédio moral cresce.

“Saudamos a chegada dos novos colegas. Vai ser um reforço para as agências do Rio Grande do Sul. Mas nós sabemos que este número é insuficiente, assim como o número de empossados em 2015. O Banco do Brasil precisa contratar mais para poder prestar um serviço melhor”, avalia o diretor da Fetrafi-RS e que participou da solenidade de posse, Mauro Cárdenas.

Os novos contratados tiveram suas carteiras de trabalho assinadas na segunda-feira. O próximo passo deles é passar por mais duas semanas de curso. Na primeira semana, serão oito horas por dia de imersão no módulo Excelência Profissional. Na semana seguinte, mais outras oito horas diárias no curso Módulo Instrumental, quando os colegas irão ter contato com o dia a dia do serviço na função de escriturário que irão prestar em agências gaúchas e ter contato com os programas de computador com que trabalharão.

Fonte: Imprensa SindBancários

ÚLTIMAS NOTÍCIAS

FACEBOOK

SERVIÇOS

CHARGES

VÍDEOS

O BANCÁRIO

TWITTER