Nove partidos de oposição convocam para combate efetivo à pandemia e a Bolsonaro

Reunidos na terça, 13/04, bancadas na Câmara e Senado Federal querem CPIs e impeachment do presidente

OPOSIÇÃO CONVOCA O PAÍS EM DEFESA DA VIDA E CONTRA BOLSONARO

Reunidos na terça-feira (13/04), presidentes e líderes no Legislativo de nove partidos de oposição decidiram unificar e intensificar ações para enfrentar a gravíssima crise brasileira, que só poderá ser superada com um combate efetivo à pandemia e a Jair Bolsonaro, responsável por transformá-la num verdadeiro genocídio.

Os partidos também manifestam desagravo as agressões e incitações a violência ao Senador Randolfe, autor do Requerimento da CPI sobre a Pandemia. Além de não condizer com a postura de um presidente, demostra seu caráter autoritário, que desloca a energia de seu governo para agredir opositores em vez de salvar vidas.

Leia a íntegra

“Nossa primeira preocupação é com a defesa da vida e com a sobrevivência da população brasileira, que precisa com igual urgência de um plano eficaz de vacinação em nível nacional e do restabelecimento do auxílio emergencial de R$ 600, dentre outras medidas para preservar o país e a economia da tragédia que este governo representa.

Além de reforçar as ações no âmbito do Congresso para apurar as responsabilidades do governo Bolsonaro por meio de CPIs no Senado e na Câmara dos Deputados, conclamamos a sociedade brasileira à mobilização pelo impeachment de Jair Bolsonaro, por todos os crimes que já cometeu contra o país e o povo brasileiro.

Os nove partidos que assinam este documento se comprometem a:

1. Defender a integridade e a efetividade da CPI do Senado para apurar os crimes do governo Bolsonaro na condução da pandemia;

2. Trabalhar em conjunto pela criação e instalação de uma CPI na Câmara;

3. Trabalhar em conjunto pela votação e aprovação no Congresso do auxílio emergencial de R$ 600;

4. Convocar a Plenária Nacional do Impeachment, reunindo os autores dos mais de 100 pedidos de abertura de processo contra Bolsonaro por crimes de responsabilidade;

5. Organizar um ato político nacional em defesa da vacina, do auxílio emergencial e do Impeachment de Bolsonaro;

6. Apoiar as inciativas dos movimentos sociais e da sociedade civil no sentido de enfrentar a pandemia e dar um basta ao governo criminoso de Bolsonaro.”

Brasília, 13 de abril de 2021

Partido Comunista do Brasil (PCdoB)
Partido Democrático Trabalhista (PDT)
Partido Socialista Brasileiro (PSB)
Partido Socialismo e Liberdade (PSOL)
Partido dos Trabalhadores (PT)
Partido Verde (PV)
Rede Sustentabilidade (REDE)
Cidadania
Unidade Popular (UP)

Fontes: PT, PDT, Psol, demais partidos de oposição e jornal O Globo. Foto: Fenaj.

ÚLTIMAS NOTÍCIAS

FACEBOOK

SERVIÇOS

CHARGES

VÍDEOS

O BANCÁRIO

TWITTER