NOTA DE REPÚDIO: Ataque a professores no Paraná envergonha os brasileiros

O SindBancários manifesta contrariedade e repúdio à atitude truculenta da Polícia Militar do governo do Paraná que, nesta quarta, 29 de abril, impediu, com violência, uma manifestação pacífica e democrática dos professores do Estado.

A educação precisa ser uma prioridade no Brasil. Neste processo, os professores precisam ser cada vez mais valorizados e não verem seus direitos reduzidos. No Paraná, foi até pior: os profissionais do ensino foram recebidos com balas de borracha, gás de pimenta e bombas de efeito moral.

A operação mobilizou cerca de 1.600 policiais de diversas regiões para a Capital não para proteger os cidadãos, mas sim para tratar os professores como bandidos. Mais de 200 foram feridos e acabaram no hospital.

O ato cruel causa mais estarrecimento por ter acontecido em vésperas do dia dos trabalhadores, 1º de maio, e um após o Dia Mundial da Educação. Esperamos, sinceramente, que episódios como esse não se repitam e que o governador, Beto Richa, volte a dialogar com a categoria e mande suspender o uso da força por parte da Polícia.

Fonte: Imprensa/SindBancários
Foto: Gabriel Rosa/Prefeitura de Curitiba

ÚLTIMAS NOTÍCIAS

FACEBOOK

SERVIÇOS

CHARGES

VÍDEOS

O BANCÁRIO

TWITTER