No sábado, estado registra três ataques a bancos com uso de explosivos, em duas cidades

A madrugada do último sábado, 03/06, foi marcada por ataques explosivos a três agências bancárias – uma do Sicredi e duas do Banco do Brasil – nas cidades de Boa Vista do do Buricá, no Noroeste do estado, e Campestre da Serra, nos Campos de Cima da Serra (foto acima). Aproximadamente às 02h15, um grupo de criminosos armados com fuzis e vestindo roupas camufladas detonou os caixas eletrônicos das agências do Sicredi e Banco do Brasil, levando pânico a pequena cidade de oito mil habitantes, e fazendo três reféns durante a fuga.

Conforme a Brigada MIlitar, uma das vítimas ainda chegou a ser amarrada ao capô de um Kia Sportage. O bando fugiu em quatro carros e atirou em vários veículos. Os reféns foram liberados minutos mais tarde, em Nova Candelária.

Campestre

Menos de uma hora depois, em Campestre da Serra, cidade com três mil moradores, uma terceira agência foi explodida na madrugada do sábado. Por volta das 3h, a unidade do Banco do Brasil foi atacada por um outro grupo criminoso. Os bandidos explodiram o prédio e acessaram o cofre da agência. Abordados por policiais, os criminosos fugiram trocando tiros com a Brigada Militar por mais de sete quilômetros.

Morte e prisão

Na localidade de São Manoel, o grupo abandonou o veículo e procurou abrigo em um matagal. A área foi isolada e barreiras foram montadas na região, até que na manhã do sábado um dos prováveis criminosos foi morto em tiroteio com a polícia. Segundo a BM, ele portava uma pistola 9 mm, um colete balístico, explosivos e uma mochila com grande quantia de dinheiro (fotos) . Dois assaltantes continuam foragidos, mas outro foi preso, junto com um casal que teria facilitado a fuga.
Fonte: Imprensa SindBancários, com informações do Correio do Povo/Rádio Guaíba e site G1. Fotos da BM e Polícia Civil.

 

ÚLTIMAS NOTÍCIAS

FACEBOOK

SERVIÇOS

CHARGES

VÍDEOS

O BANCÁRIO

TWITTER