Não passa de fake news um “acordo com Banrisul” para reduzir VR e VA

Falsa informação começou como brincadeira entre colegas de agência

O SindBancários tomou conhecimento de uma fake news que está circulando no Banrisul, e vem esclarecer que nunca existiu qualquer negociação de acordo sobre redução de Vale-Alimentação e Vale-Refeição para banrisulenses que são grupo de risco, e/ou que entraram em home office. A mensagem, que teria iniciado como uma “brincadeira” entre colegas de uma agência, acabou viralizando entre os companheiros do banco como se fosse verdade.

“O Sindicato, como representante dos bancários, não faz nenhum acordo ou negocia qualquer mudança nos direitos trabalhistas sem o conhecimento dos funcionários. Além disso, esses acordos que passam pelo Sindicato, para vigora precisam ser debatidos e aprovados coletivamente em uma assembleia. O Sindicato está aqui exatamente para garantir que nenhum trabalhador será surpreendido por uma mudança como essa”, explica o presidente do SindBancários, Everton Gimenis.

Já o diretor de Comunicação do SindBancários e funcionário do Banrisul, Gilnei Nunes, lembra que esta não é a primeira vez que os Sindicatos são vítimas de fake news e que as informações oficiais são divulgadas nos canais da entidade. “Uma brincadeira de mau gosto, feita com um colega, ganhou uma dimensão inimaginável. Sempre lembramos que um dos princípios que perseguimos é a transparência. Usamos diversas plataformas para manter o bancário informado, como site, Facebook, Instagram e Twitter. Pedimos que os bancários nos acompanhem nestes canais, pois é aí onde estão as informações confiáveis.”, observa.

A mensagem fake

A Instrução Administrativa (IA) existe, porém foi editada e modificada com a falsa informação do acordo. Conforme a mensagem inverídica, o Sindicato e a FETRAFI teriam firmado um acordo com o Banrisul, no dia 15 de maio, permitindo a redução proporcional de Vale Alimentação e Refeição àqueles bancários em contingenciamento ou em grupo de risco. A mensagem falsa ainda afirmava que “essa ação vem em linha com outras instituições financeiras”, o que também não é verdadeiro. Em nenhum banco há um acordo semelhante.

Confira a mensagem verdadeira.

Fonte: Imprensa/SindBancários

ÚLTIMAS NOTÍCIAS

FACEBOOK

SERVIÇOS

CHARGES

VÍDEOS

O BANCÁRIO

TWITTER