Movimento sindical está de luto pela morte de ex-presidente da Fenae

Aposentado da Caixa, Pedro Eugênio Beneduzzi Leite presidiu a Fenae por dois mandatos e lutou por um país mais justo

É com profundo pesar que a Federação Nacional das Associações do Pessoal da Caixa Econômica Federal (Fenae), assim como entidades de classe como a Contraf-CUT, SindBancários e outros segmentos de trabalhadores informam o falecimento do ex-presidente da entidade, Pedro Eugênio Beneduzzi Leite, na quarta-feira, 24/03, em Brasília (DF), onde morava.

Pedro Eugênio, como era mais conhecido entre os colegas da Caixa e do movimento associativo e sindical, teve um mal-estar em casa e foi levado ao hospital, mas não resistiu.

O diretor do SindBancários e empregado da Caixa, Tiago Vasconcellos Pedroso, lamentou a morte do dirigente ao exaltar a sua contribuição histórica de Pedro Eugênio na luta por direitos na Caixa e junto à classe trabalhadora.

“Pedro Eugênio representa a força dos empregados e empregadas da Caixa! Sempre atuou na defesa do banco público forte e voltado para a construção de um país mais justo e igualitário. Contribuiu, ao longo da sua vida, nas lutas da categoria bancária e da classe trabalhadora. Nosso conforto e solidariedade à sua família, amigos(as) e colegas neste momento de profundo pesar”, assinalou Tiago.

História de luta

Aposentado da Caixa, Pedro Eugênio Leite presidiu a Fenae por dois mandatos consecutivos, de 2008 a 2014. Nesse período, sua gestão foi marcada por grandes investimentos nas Apcefs, visando a revitalização de suas sedes sociais e a ampliação das ações das Associações do Pessoal da Caixa para promoção do bem-estar dos empregados do banco público.

Em mais de 30 anos, Pedro Eugênio pautou sua atuação no movimento associativo e sindical na defesa da Caixa como banco público, social e forte, bem como a defesa incondicional dos direitos de seus trabalhadores. Foi árduo defensor da democracia e de um país sem desigualdades sociais.

Pedro Eugênio atuou no movimento dos empregados da Caixa desde o início da década de 1980, com participação marcante na histórica mobilização pela jornada de 6h e direito à sindicalização aos trabalhadores da empresa. Foi presidente da Associação do Pessoal da Caixa Econômica Federal do Paraná (APCEF-PR), do Sindicato dos Bancários de Curitiba e Região e da Federação Nacional das Associações do Pessoal da Caixa (Fenae).

Casado com a também bancária aposentada da Caixa Isabel Gomes, Pedro Eugênio completou 63 anos em 24 de fevereiro.

Após sua aposentadoria, continuou contribuindo com as mobilizações do movimento dos empregados da Caixa e interagindo de forma lúdica e emitindo opiniões sobre o banco e a conjuntura no Brasil, através das redes sociais, por meio do Instituto Datagenio.

Neste momento de dor e luto, o SindBancários, junto com a Fenae, se solidariza com a família e amigos do companheiro Pedro Eugênio por esta perda irreparável.

Pedro Eugenio, presente!

Fontes: Fenae e SindBancários de Brasília, com  Edição de Imprensa SindBancários

 

ÚLTIMAS NOTÍCIAS

FACEBOOK

SERVIÇOS

CHARGES

VÍDEOS

O BANCÁRIO

TWITTER