Metroviários do Trensurb anunciam parar por 24 horas

Trabalhadores do transporte público da região metropolitana fortalecem a greve geral contra a reforma da previdência e privatizações

A direção do Sindicato dos Metroviários do Rio Grande do Sul (Sindimetrô/RS) divulgou nota orientando os usuários a não se deslocarem até as estações na próxima sexta-feira, dia 14 de junho, pois os trens não irão funcionar durante o dia de greve geral convocado pelas centrais sindicais contra a reforma da Previdência, o desemprego e em defesa da educação.

Em assembleia realizada no último dia 16 de maio, os metroviários decidiram paralisar suas atividades, por 24 horas, para fortalecer a luta da classe trabalhadora contra o fim da aposentadoria.

Somos contra esse projeto que extingue o direito à aposentadoria e também contra a privatização da Trensurb, uma empresa economicamente saudável e que presta um relevante serviço à população usuária”, diz o presidente do Sindimetrô-RS, Luis Henrique Chagas.

GREVE GERAL: SINDIMETRÔ/RS VEICULA CHAMADA DE TV Chamada veiculada pelo Sindimetrô/RS, a partir desta terça-feira, 11, na tv, comunica e convoca a população gaúcha para a Greve Geral contra a Reforma da Previdência e as Privatizações.O anúncio esclarece que, na próxima sexta-feira, 14, os trens que operam na região metropolitana de Porto Alegre não irão funcionar durante as 24 horas do dia.Contra a Reforma da Previdência e as Privatizações, é GREVE GERAL!

Publicado por Sindicato dos Metroviários em Terça-feira, 11 de junho de 2019

ÚLTIMAS NOTÍCIAS

FACEBOOK

SERVIÇOS

CHARGES

VÍDEOS

O BANCÁRIO

TWITTER