Mesa de negociações com o Badesul aponta diretrizes e divergências quanto ao teletrabalho

Sindicato manifestou surpresa com resolução considerada equivocada

Aconteceu, nesta terça-feira (02), na sede do Sindicato dos Bancários de Porto Alegre e Região, nova reunião entre representação do Badesul, dirigentes e delegados sindicais. A pauta, sobre teletrabalho, gerou divergências, ao mesmo tempo em que expôs a necessidade de construir acordos para que se garanta a proteção dos trabalhadores e a adaptação aos novos formatos de trabalho.

O presidente do SindBancários, Luciano Fetzner, manifestou surpresa pela falta de diálogo do Badesul, que apresentou uma resolução unilateral sem considerar as reivindicações apresentadas pelos empregados. “Ficamos desconfortáveis com essa posição da instituição, que demonstra uma falta de respeitoà mesa da campanha salarial”, afirmou.

Segundo a superintendente de RH do Badesul, Bruna Menezes, foi enviado um e-mail aos empregados informando o encerramento do teletrabalho como uma resolução para resolver um problema momentâneo. Ela também reafirmou a posição da diretoria, que é “contrária ao teletrabalho pois entende como um benefício para os funcionários, sem redução de custo para a empresa, que prefere o trabalho presencial”.

A diretora do sindicato, Ana Guimaraens, lembrou que teletrabalho não é privilégio. “É trabalho como qualquer outro. Tem que ter regramento, jornada e direitos para os trabalhadores”, pontuou. Ana ainda resgatou o caso do Banrisul, que demorou para efetivar o teletrabalho e perdeu cerca de 60 funcionários da área de TI que optaram para ir para outra empresa que tinha a modalidade. “Ou seja, essa é a realidade: o teletrabalho veio para ficar. Se a empresa não é sensível à demanda dos funcionários, eles vão embora”, observou a dirigente.

Assessor jurídico do Sindicato, o advogado João Rosito apontou o caráter pedagógico de negociações como essa, até para a direção de bancos ou empresas como o Badesul. “Ainda que, no início, apresentem divergências entre as demandas dos trabalhadores e as disposições e interesses das empresa, as negociações são espaços de diálogos e de construção de consensos possíveis. Nesse sentido, são sempre pedagógicas e deixam ensinamentos para todos que participam do processo negocial, seja a compreensão do posicionamento contrária, seja do próprio tema em discussão”, lembrou Rosito.

Ao final da reunião, a superintendente de RH e o assessor jurídico da instituição, Athos Jurinic, pediram que o sindicato enviasse minuta com o que foi apontado na mesa. O sindicato vai reenviar a sugestão de acordo de teletrabalho, construída pelos trabalhadores em agosto do ano passado, para que a instituição volte a analisar, agora à luz da discussão travada na mesa última. Conforme o presidente do SindBancários, a resolução divulgada pelo Badesul será analisada detalhadamente e todas as incongruências e ilegalidades serão apontadas à agência de fomento.

Fetzner ainda afirmou que a construção de um acordo guarda-chuva sobre teletrabalho é um primeiro passo. “Assim como temos consolidado em outras instituições, também é necessário construirmos acordos coletivos regrando o ponto eletrônico e a possibilidade de banco de horas. Muitas das intenções que o Badesul apresenta na resolução 570/2022 necessitam de acordos nesses três temas para terem legalidade. Acordos negociados separadamente, que dialoguem entre si. Somente assim é possível ser alcançado um ambiente que equilibre proteção dos direitos dos empregados com a segurança jurídica que sempre se busca. Estamos dispostos a negociar e resolver esse impasse que se criou”, concluiu o dirigente.

A próxima rodada de negociação está agendada para a próxima sexta (05), sobre Promoções e Carreira. Na quinta (04), às 18h30, será realizada assembleia virtual para apreciação da proposta de critérios para reenquadramento do quadro na matriz salarial, que será apresentada ao BADESUL no âmbito das negociações do Acordo Coletivo de Trabalho 2022/2024. Confira aqui a matéria com o edital.

SindaBancários, Diga SIM para quem defende você!
#BoraGanharEsseJogo

 

Texto: Amanda Zulke

ÚLTIMAS NOTÍCIAS

FACEBOOK

SERVIÇOS

CHARGES

VÍDEOS

O BANCÁRIO

TWITTER