Livre adaptação de Clarice Lispector, ‘O Livro dos Prazeres’ estreia dia 22 no CineBancários

Cinema também exibe 'Desterro', de Maria Clara Escobar, e sessão especial de 'Dilúvio – riacho que a cidade esqueceu'

Em 22 de setembro chega ao CineBancários o filme O Livro dos Prazeres, adaptação da obra de Clarice Lispector. “Uma aprendizagem ou O Livro dos Prazeres”, publicada em 1969, é até hoje considerada a sua maior e mais sensível criação.

O filme tem como atriz principal Simone Spoladore, interpretando a personagem Lóri, que se envolve com o atraente Ulisses (papel do ator argentino Javier Drolas). Melancólica e reservada, Lóri é professora do ensino fundamental e tem uma rotina monótona entre as tarefas da escola e relacionamentos furtivos, evidenciando sua dificuldade em construir relações com afeto. Num acaso, ela conhece Ulisses, um reconhecido professor de filosofia, argentino egocêntrico e provocador, mas que ainda não entendeu nada sobre as mulheres. É com ele que Lóri começa a aprender a amar e passa a enfrentar sua própria solidão.

PROGRAMAÇÃO DE 22 a 28 DE SETEMBRO:

Não há sessões nas segundas-feiras 

Dias 22, 23, 24, 25, 28/9:

14h45: O LIVRO DOS PRAZERES

16h45: DESTERRO

19h: O LIVRO DOS PRAZERES

Dia 27/9:

14h45: O LIVRO DOS PRAZERES

16h45: DESTERRO

19h: Sessão especial em comemoração aos 18 anos do Coletivo Catarse: exibição do curta TAINHAS NO DILÚVIO, com debate após a sessão

 

O LIVRO DOS PRAZERES

Direção: Marcela Lordy

Brasil/Argentina/ Drama/ 2021/ 100min

O longa fez sua estreia na Mostra Internacional de Cinema em São Paulo, em 2020, quando o evento aconteceu exclusivamente online, e ficou no top 3 dos mais vistos e bem votados da edição. Depois disso, o longa viajou o mundo em festivais presenciais e virtuais, recebendo diversos prêmios como no 22˚ BAFICI (Competição Americana – Prêmio de Melhor Atriz para Simone Spoladore e Menção Honrosa para o longa); 26 ̊ Festival de Cinema de Vitória (Prêmio de Melhor Roteiro, Melhor Interpretação para Simone Spoladore e Menção Honrosa para Fotografia de Mauro Pinheiro Júnior, ABC); e Festival do Rio 2021

Sinopse: Simone Spoladore interpreta a protagonista, Lóri, uma professora fluminense recém chegada no Rio de Janeiro com dificuldade de estabelecer elos afetivos mais profundos, até conhecer Ulisses (Javier Drolas), um professor de filosofia argentino, com quem viverá um relacionamento intenso. As personagens e a direção feminina, em um filme livremente inspirado na obra de uma autora mulher, aborda justamente os prazeres femininos, de uma maneira ainda pouco vista nos cinemas.

Elenco: Simone Spoladore e Javier Drolas.

O Livro dos Prazeres | Trailer oficial – YouTube

DESTERRO

Direção – Maria Clara Escobar

Brasil/ Argentina/ Portugal, 2020, 123′

Classificação indicativa – 12 anos

Sinopse – Desterro. Descompasso. O que se passa dentro de Laura (Carla Kinzo) parece estar sempre em um espaço diferente e em um ritmo distinto daquilo que se espera dela. Desconfortável, Laura decide sair de casa e seguir uma jornada pessoal sem rumo definido. Num percurso de autodescoberta, ela se depara com situações imprevisíveis e outras histórias de vida que vão reconfigurar suas próprias ideias.

World Premiere – Rotterdam International Film Festival 2020 – Tiger Awards Competition

 

DILÚVIO – RIACHO QUE A CIDADE ESQUECEU

O Coletivo Catarse comemora seus 18 anos lançando o documentário “Dilúvio – riacho que a cidade esqueceu”. O filme pretende discutir a relação histórica da cidade de Porto Alegre com aquele que é o maior afluente da margem leste do Guaíba, o Arroio Dilúvio. Batizado pelos Guaranis, que já se relacionavam com o riacho há milênios, como Rio Jacarey, o Dilúvio foi alvo de uma das maiores obras já realizadas na capital riograndense. Canalizado, vem sendo inundado pelos dejetos de significativa parte da população porto-alegrense e resiste, ainda assim, com a vida que se adapta e teima em sobreviver nas suas águas. O filme traz a fala de pesquisadoras e pesquisadores de ramos diferentes das ciências, refletindo sobre a importância desse curso d’água nas nossas vidas, no passado, no presente e no futuro.

O documentário foi possível de ser realizado a partir do apoio do SindBancários, parceiro na construção deste projeto. A estreia está marcada para o dia 27 de setembro, data de comemoração do aniversário de 18 anos do Coletivo Catarse.

Além dessa estreia, também será apresentado o curta-metragem de ficção – mas nem tanto – “Tainhas no Dilúvio”, uma paródia da vida real que trata da questão da água em uma lógica desenvolvimentista no espaço urbano e que tem como um dos seus personagens o próprio Arroio Dilúvio. O Coletivo Catarse lançou este projeto em 2018, com apoio do Fundo Socioambiental CASA e em co-realização com o Grupo Cinehibisco.

 

Ingressos
Os ingressos podem ser adquiridos a R$ 12,00 na bilheteria do CineBancários. Idosos (as), estudantes, bancários (as), jornalistas sindicalizados (as), portadores de ID Jovem e pessoas com deficiência pagam R$ 6,00. São aceitos cartões nas bandeiras Banricompras, Visa, MasterCard e Elo.

As sessões serão realizadas com todas as medidas preventivas e protocolos sanitários recomendados pela Organização Mundial de Saúde (OMS), como limitação da ocupação da sala, uso obrigatório de máscara, higienização do espaço após o término de cada filme e disponibilização de álcool gel na recepção do cinema. Antes das sessões será exigida a apresentação de comprovante de vacinação contra Covid.

CineBancários

Rua General Câmara, 424 – Centro – Porto Alegre

Mais informações pelo telefone (51) 3030.9405 ou pelo e-mail [email protected]org.br

ÚLTIMAS NOTÍCIAS

FACEBOOK

SERVIÇOS

CHARGES

VÍDEOS

O BANCÁRIO

TWITTER