Live debate papel do Banrisul na pandemia

Encontro entre o presidente do SindBancários, Everton Gimenis, e deputado Zé Nunes, será na sexta, 8/5, a partir das 19h. Página do Sindicato no facebook transmite ao vivo

Mas o que exatamente o Banrisul tem a ver com a pandemia do novo coronavírus? E o Banrisul público o que tem a ver com o Estado e a Assembleia Legislativa? Essas e tantas outras perguntas poderão ser respondidas ao vivo na sexta-feira, 8/5, a partir das 19h.

A partir deste horário, o deputado estadual Zé Nunes (PT) e o presidente do SindBancários, Everton Gimenis, estarão juntos em uma live via facebook para conversarem sobre o tema “O papel do Estado frente a pandemia e a situação do Banrisul”.

Lembremos que a live é promovida pela Frente Parlamentar em Defesa do Banrisul Público, da qual Zé Nunes é presidente, criada em 2017, para combater as sistemáticas ameaças de privatização do banco público dos gaúchos. Mais recentemente, o governador Eduardo Leite voltou a falar da venda do Banrisul em uma live da XP Investimentos, organizado pelo Movimento Brasil Livre (MBL).

Live: “O papel do Estado frente a pandemia e a situação do Banrisul”

Sexta, 8/5 | 19h | Acompanhe: facebook.com/SindBancarios.PoA/

Para a nata do neoliberalismo privatista, o governador do PSDB, disse que “não era contra” à privatização do Banrisul, contrariando seu discurso de campanha eleitoral em 2018. Assista abaixo ao vídeo que reproduz a fala do governador em26 de abril.

Para o presidente do SindBancários, Everton Gimenis, o contexto da pandemia do novo coronavírus tem mostrado que as empresas públicas exercem um papel decisivo para salvar vidas e ajudar a economia a se recuperar. “Estamos vendo o papel fundamental que os profissionais do da saúde, o SUS, bancos públicos como a Caixa, o Badesul, o BRDE e o próprio Banrisul estão desempenhando. Se não fosse o pandemônio que o Bolsonaro está criando e levando muitas vidas ao risco, a importância do setor público ficaria ainda mais evidente”, salientou Gimenis.

Para o deputado estadual Zé Nunes, a declaração do governador Leite vai na contramão do mundo mais solidário e humano que precisa emergir depois de superada a pandemia. “O que ele estaria oferecendo à população, que iniciativa, que proposta, se não fosse o Banrisul? Eduardo Leite se alimenta de sua retórica, mas na prática, na implementação de medidas efetivas nada faz. Não dialoga com o desenvolvimento e possui uma visão reduzida de Estado. A pandemia está nos mostrando que a solução para o mundo é pensar o mundo a partir de todos.”

O caminho para as empresas públicas, segundo o deputado, é justamente o contrário daquele pensado pelo governador do Estado. “O governador deveria respeitar os servidores do Banrisul e a população gaúcha que têm nas empresas públicas um instrumento possível de ajuda nesse momento tão difícil de pandemia, mas ao contrário, ele reafirma que vai privatizar o banco”, finalizou Zé Nunes.

Fonte: Imprensa SindBancários

 

 

 

ÚLTIMAS NOTÍCIAS

FACEBOOK

SERVIÇOS

CHARGES

VÍDEOS

O BANCÁRIO

TWITTER