Live da Luta debate papel do Sindicato, democracia e vírus

Transmissão ao vivo de programa em homenagem aos 88 anos do SindBancários conta a história de lutas da entidade e alerta para a importância da prevenção à Covid-19 e à democracia

O que a democracia tem a ver com o coronavírus? Tudo. Você duvida? Pois então, role um pouco mais para baixo este texto e vá direto à gravação da íntegra da Live da Luta, programa transmitido direto do Estúdio Legato, no dia dos 88 anos do SindBancários, a segunda-feira, 18/1.

Além de contar a história do Sindicato, os convidados fizeram o que se chama de nexo entre os riscos à vida, à importância d agirmos como sociedade solidária e de defender a democracia no mundo. Não por acaso países recentemente governados por presidentes que trabalharam muito para minimizar os riscos da Covid-19 estão entre os que mais têm casos de mortes: sim, falamos de Estados Unidos e Brasil.

Mediada pelo jornalista Antônio Czamanski, a Live da Luta contou com as presenças, direto no estúdio, do presidente do SindBancários, Luciano Fetzner, e da diretora de Juventude e Gênero do Sindicato, Bianca Garbelini. As telepresenças ficaram por conta das participações do jornalista Juremir Machado da Silva e da professora da Universidade Federal de Ciência da saúde de Porto Alegre, Ana Beatriz Gorini da Veiga, doutora em biologia molecular.

Luciano introduziu o assunto democracia ao lembrar de alguns fatos decisivos em que o SindBancários participou ao longo de sua história e da história do Brasil. Em 1979, em plena abertura política e luta pela Lei da Anistia e contra a Ditadura Militar, o presidente do SindBancários, Olívio Dutra, chegou a ser preso em uma greve histórica.

Quem o soltou foi um advogado do Sindicato chamado Tarso Genro. Em 1984, o Sindicato participou da campanha pelas Diretas Já. Como se vê, o papel de um Sindicato tem tudo a ver com a luta em defesa da democracia. Tanto Olívio como Tarso foram governadores do RS, ministros, deputados, enfim, tiveram carreiras políticas de destaque.

Além de fazer referência à história de lutas do Sindicato, Luciano abordou a importância fundamental da força dos bancários para as conquistas e para a vida do Sindicato e traçou um futuro otimista pós-pandemia com a celebração do aniversário da entidade. “Esse dia é muito importante para todos nós. Esse momento vai ser superado e vamos continuar na luta”, explicou Luciano.

A diretora Bianca Garbelini lembrou da importância das entidades sindicais na defesa dos direitos dos bancários e do papel que devem desempenhar para defender contextos mais favoráveis à conquista de direitos e de avanços democráticos. “O Sindicato é a principal ferramenta dos trabalhadores. É um espaço para além do trabalho. Estamos integrados na mobilização vacina para todos. É uma luta para todos os bancários e do mundo todo por um mundo melhor”, afirmou Bianca.

O jornalista Juremir Machado da Silva lembrou do legado de Olívio Dutra, mencionou o ex-prefeito de Porto Alegre, José Fortunati, também ex-presidente do SindBancários, e exaltou a importância do SindBancários para a defesa da democracia. “Que essa história do Sindicato seja muito rica e que o Sindicato esteja sempre na luta. Estamos vivendo um momento em que as democracias estão em perigo”, alertou.

A professora Ana Beatriz Gorini da Veiga deu uma verdadeira aula de comportamento para o combate do novo coronavírus. Afirmou a importância da vacinação para a vida de todos num ano que vai exigir um esforço de solidariedade desafiante. “Este ano vai ser até mais difícil do que 2020. Temos que pensar como população. Temos uma dificuldade em entender o que é viver em sociedade. Não pensamos nos direitos do próximo”, salientou a professora Ana Beatriz.

Assista à íntegra da Live da Luta

Fonte: Imprensa SindBancários

ÚLTIMAS NOTÍCIAS

FACEBOOK

SERVIÇOS

CHARGES

VÍDEOS

O BANCÁRIO

TWITTER