LGPD Santander: Novas orientações dos Sindicatos

Para não serem prejudicados, bancários devem assinar o termo

Os funcionários do Santander foram surpreendidos, recentemente, com a necessidade de preencher um documento informando dados pessoais em consonância com a Lei Geral de Proteção de Dados (LGPD). Depois de negociações com a direção do Santander e reuniões com sua assessoria Jurídica, o SindBancários vem orientar os bancários a assinarem o documento, pois ele é necessário para o trabalhador ter acesso ao portal RH.
As cobranças do Sindicato quanto a LGPD começaram há algumas semanas, em mesa de negociação com a direção do banco. Os representantes dos funcionários expuseram temeridade com a atitude do banco, pois não informa seus funcionários para que estes dados serão usados e de que forma. Mesmo após cobranças reiteradas, essas informações não foram esclarecidas pela direção do banco.
O SindBancários esclarece que a orientação pela assinatura do termo é para não prejudicar os colegas e que está buscando junto ao seu Jurídico medidas para preservar a privacidade dos colegas.
“Seguimos cobrando do Santander mais transparência sobre a LGPD. Entendemos que o banco deve sim se adequar a nova legislação, mas não pode fazer isso passando por cima das Leis que garantem a privacidade dos trabalhadores. O Sindicato já está tomando as precauções cabíveis para resguardar todos direitos dos colegas” informa Luiz Cassemiro funcionário do Santander e representante dos trabalhadores na Comissão de Organização dos Trabalhadores no RGS.
O que é a LGPD
A Lei Geral de Proteção de Dados (LGPD) regula a forma como empresas devem preservar e utilizar os dados de seus clientes e funcionários. Ela é baseada no Regulamento Geral sobre Proteção de Dados (GDPR), em vigor desde 2018 na União Europeia. A LGPD no Brasil deveria ser implementada agora em agosto. Porém, em razão do coronavírus, sua implementação foi adiada para 1º de janeiro de 2021.
Fonte: Imprensa/SindBancários

ÚLTIMAS NOTÍCIAS

FACEBOOK

SERVIÇOS

CHARGES

VÍDEOS

O BANCÁRIO

TWITTER