Lançamento da Cartilha da Fetrafi-RS convoca trabalhadores a ampliarem a luta em Defesa dos Direitos

A luta contra os ataques neoliberais do governo ilegítimo de Michel Temer ganhou um novo instrumento nesta quinta-feira, 24/11. Para ampliar as ações da Campanha em defesa dos Direitos, a Fetrafi-RS promoveu o lançamento de uma cartilha específica, com abordagem dos principais projetos e medidas em tramitação no Congresso e no Senado, que atingem os trabalhadores. O objetivo do material é salientar a importância da luta coletiva neste momento de ameaça a conquistas históricas da classe trabalhadora no Brasil.

O diretor da Fetrafi-RS, Juberlei Baes Bacelo, destaca o novo momento da Campanha em Defesa dos Direitos após o lançamento da cartilha e a necessidade da inserção dos bancários nos movimentos de resistência. Além dos ataques à CLT – que rege as relações de trabalho – o dirigente sindical denuncia o desmonte das instituições públicas. “Esta semana foi anunciado um plano de reestruturação no Banco do Brasil, que visa o seu sucateamento, preparando o banco para uma possível privatização. Eles querem terminar o serviço da onda neoliberal dos anos 1990, que conseguimos interromper em 2002, garantindo a manutenção da Caixa, do BB e outras estatais”, lembra o sindicalista.

Juberlei também salientou a atual situação no RS, cujo governo acaba de propor um pacote de medidas que acaba com a maior parte da estrutura estatal. “Após vender a crise por quase dois anos, o desgoverno Sartori mais uma vez impõe a conta da crise aos servidores, ao conjunto dos trabalhadores e ao povo gaúcho, por meio da extinção de fundações e da privatização de empresas públicas rentáveis.”

O diretor da Fetrafi-RS disse que a Cartilha é um ponto de retomada da Campanha em Defesa dos Direitos, destacando a contribuição dos bancários para o enfrentamento coletivo, a fim de barrar todos os ataques. “Temos que construir uma profunda unidade – com a mobilização de toda a classe trabalhadora e os movimentos sociais – para que seja possível criar uma grande resistência”, enfatiza Juberlei.

A mesa de abertura do evento contou ainda com saudações da diretora da Fetrafi-RS e CUT/RS, Isis Marques, do presidente do SindBancários, Everton Gimenis e do diretor da Fenae e da CUT/Nacional, Daniel Gaio. Os dirigentes sindicais ressaltaram a importância da iniciativa da Federação para organização do movimento nacional de resistência aos retrocessos trabalhistas e sociais.

Após o lançamento da Cartilha, a Fetrafi-RS promoveu um painel com o sociólogo e coordenador da Frente Povo sem Medo, Guilherme Boulos. A atividade lotou o Auditório do 3º andar da sede da Federação, em Porto Alegre.

Fonte: Comunicação/Fetrafi-RS

ÚLTIMAS NOTÍCIAS

FACEBOOK

SERVIÇOS

CHARGES

VÍDEOS

O BANCÁRIO

TWITTER