Itaú SA, o campeão dos campeões

Colegas conquistam Copa Futsal 2019 e impedem posse definitiva da taça pelo Santander em finalíssima muito equilibrada

O Itaú SA entrou na quadra, sábado, 31/8, para buscar a vitória até minuto o final. Para isso, desenvolveu um jogo de admirável técnica de combinações e substituições dos jogadores, marcação acirrada, toques e passes rápidos sempre em busca do gol. Por seu lado, o Santander projetava-se pela garra e emoção na disputa da bola.

Clique aqui e veja as fotos das finais.

Nas arquibancadas, a plateia aplaudia. Na quadra, a chapa esquentava, azeitada pela disputa da bola, sempre leal e de acordo com as regras do jogo até o apito final. A estratégia do Itaú SA conteve o ímpeto do Santander. A rápida reposição da bola, as escapadas de seus jogadores e os chutes de longa distância cravaram o escore de 4 a 2.

Assim, os colegas do Itaú SA levaram pra casa a taça da Copa João Francisco Gaspar da Silveira, o Janjão, ex-presidente do Clube Esportivo Banrisul, entidade que ele comandou por 35 anos, e que recupera a saúde. Os colegas do Santander tentavam o tricampeonato consecutivo para ficar definitivamente com a taça da Copa, mas não deu. Resta agora chegar a cinco conquistas sem precisar ser consecutivas.

Terceiro eletrizante

O terceiro lugar ficou com o Bradesco Gravataí. Em uma eletrizante partida, os colegas lá de Gravataí superaram a forte equipe do União FC por 3 a 2. Não levou medalha e nem taça, embora tenha merecido pela luta e vontade demonstrada em toda a competição.

As torcidas deram um espetáculo à parte. Enfrentaram a manhã chuvosa como há tempos não se via em competições dos bancários e compareceram em muito bom número no Ginásio dos Metalúrgicos de Canoas.

A força de “El Tanque”

Ele comandou o time adversário por várias temporada nas partidas de futebol de campo, de salão e de sete dos bancários. Victório Santi, apelidado de “El Tanque”, se transferiu, nesta temporada para o Itau SA. Os valores das negociações não foram divulgados pelas diretorias. Mas fala-se em milhões, de libras, na janela de transferência do ano passado.

Afora a brincadeira sobre transações em janelas de negociações, Victorio já se tornou um ícone do futebol bancário. No sábado, ele protagonizou um momento revelador. Só a beleza do futebol pode confirmar. O craque do Itaú SA se chocou fortemente com as divisórias da quadra.

O jogo foi paralisado, houve tensão na quadra, água na cabeça e todos os olhos voltados na recuperação do boleiro. Ao se levantar, dedos de positivo, abraços dos demais jogadores e aplausos generalizados nas arquibancadas. “El Tanque” ia seguir em frente.

O lance mostrou que o importante mesmo é a gente manter a amizade dentro e fora da quadra, independente do resultado, a unidade da categoria vale mais”, aquarelou Gerson Reis, do Banrisul e diretor do Departamento de Cultura, Esporte e Lazer do SindBancários.

Equilíbrio e lealdade

No regulamento da Copa SindBancários fica com a taça a equipe que ganhar três títulos consecutivos ou cinco sem serem consecutivos. Então, esta final impediu a posse definitiva da taça pelos colegas do Santander, o campeão de quase tudo até então. Assim, o Itaú SA mereceu a faixa de campeão dos Campeões em 2019.

Ao entregar a taça, o presidente do Sindicato, Everton Gimenis, exaltou a organização da competição, parabenizou os atletas, saudou os homenageados, destacou o equilíbrio e lealdade na disputa pela bola e sentenciou: “Foi um campeonato mais disputado que já vi. Estão todos de parabéns”.

Resultados das finais

Decisão

Itaú SA 4×2 Santander

Decisão de 3º e 4º lugares

Bradesco Gravataí 3×2 União FC

Campeão: Itaú SA

Vice: Santander

Terceiro lugar: Bradesco Gravataí

Quarto lugar: União FC

Goleador

André Rodrigues (União FC): com 12 gols

Goleiro menos vazado

Alexandre (Itaú SA)

Arbitragem

Greicy Kely, Paulo Filho, Rafael Nunes, Cristiano Wiekert e Fábio Nunes

Texto: Moah Sousa, Assessoria de Comunicação

Fotos: Jackson Zanini

ÚLTIMAS NOTÍCIAS

FACEBOOK

SERVIÇOS

CHARGES

VÍDEOS

O BANCÁRIO

TWITTER